Arquivar fevereiro 25, 2019

Backup da Internet. Como ver versões antigas de sites

Você por acaso já precisou de alguma página que estava publicada no seu site, no seu blog e depois não sabia onde ela estava ou a página já foi excluída e você não consegue recuperar? Pois é, nós já! Principalmente quando fazemos um trabalho de SEO e muitas das vezes nós precisamos descobrir o que aconteceu com o site, ou quais páginas existiam, qual conteúdo que existia ali antes de ser deletado, para conseguir recuperá-lo.

O site Internet Archive Wayback Machine é uma ferramenta online que consegue abrir versões antigas de sites e blogs. O site armazena “snapshots” que contém versões antigas de sites de 1996 até os dias atuais. Se você quer saber como ler notícias de jornais e revistas que já acabaram, encontrar aqueles sites que gostava e que por algum motivo estão fora do ar ou relembrar o passado.

Ferramentas Para Recuperar Páginas Antigas

Existem ferramentas que podem te ajudar a recuperar essas páginas e conteúdos antigos. Conheça as que nós usamos aqui!

Wayback Machine

Nós utilizamos geralmente para essa tarefa, uma ferramenta formidável chamada Wayback Machine, a ferramenta de voltar no tempo. Ela tem, por exemplo, versões antigas até da Mestre, da época que nós eramos Mestre SEO. Ela guarda vários históricos de página e você pode ver quais são os conteúdos que você apresentava em lá atrás.

Isso faz com que você consiga, por exemplo, ressuscitar um post de blog perdido, uma sessão de e-commerce que foi excluída antes de você chegar, ou site que você tinha antigo e lembra que lá tinham vários artigos que você acabou perdendo e não sabe como recuperar. Então, ela uma ótima ferramenta para fazer esse tipo de coisa. A importância de você ter ferramentas como essa é justamente para você conseguir voltar no tempo, descobrir o que existia, entender melhor e, até mesmo, recuperar dados.

Stillio

Outra ferramenta que conhecemos e que motivou esse post é a Stillio. Ela tem o objetivo de te ajudar a fazer monitoramento de páginas, você paga para isso, não é igual o Wayback Machine que é gratuito. Você dá as URLs e determina que toda vez que houver uma mudança a plataforma guarde uma versão. Você pode ligar o alerta também. Isso é importante primeiro para manter o acervo da empresa e segundo para monitorar concorrentes.

Você pode simplesmente monitorar a home de seu concorrente, uma parte de serviço, o blog para saber quando ele publica um novo artigo e tudo mais. E pode, até mesmo, monitorar a página de resultado do Google ou canal de vídeo no YouTube de uma pessoa.

Então, essa ferramenta é muito bacana para que você consiga tirar uma foto de qualquer página na WEB e fazer a comparação. Simplesmente: mudou alguma coisa então eu guardo essa cópia e te envio uma notificação.

Lembrando, você pode criar um arquivo da sua própria empresa ou você pode fazer uma visão de raio-X sobre o que o seu concorrente está mudando. Se ele mudar uma frase a ferramenta vai pegar, se mudar uma imagem vai pegar, se mudar qualquer coisa você vai ficar sabendo.

Page Monitor

Por último, tem uma ferramenta muito legal para o Chrome que faz a mesma coisa que o Stillio, é de graça, mas ele usa o seu Chrome para isso, chamado Page Monitor. Ela é uma extensão do Chrome.

Você instala e, toda vez que tiver uma alteração, ele mostra para você que aquela página foi alterada, só que ela depende da sua conexão com a internet. Então, se você deixar o computador fechado por muito tempo, ela não vai fazer isso automaticamente igual ao Stillio e também não vai criar um acervo para você de tudo.

Mas é legal para monitorar uma parte de resultado do Google, para monitorar o concorrente. Então, o Page Monitor é uma ferramenta muito interessante para o Chrome, simplesmente para você ficar de olho e quando alguma coisa acontecer, ficar sabendo.

Se você conhece outra ferramenta que faz isso de um jeito parecido ou que acha interessante, deixe nos comentários que queremos conhecer também. Esperamos que você tenha gostado. Um abraço!

Windows 10 April Update 2019 – Sistema adotará mudanças no visual e funções mais simples de usar

A Microsoft deve lançar em breve uma atualização do Windows 10 com mudanças no design e algumas novas funções. Rumores sugerem que o sistema chegará em abril com o nome de Windows 10 April Update 2019 e código 1903 trazendo um visual mais sofisticado e melhorias para recursos que já existem: deverá ficar mais fácil executar ações como pesquisar arquivos no PC. Confira, a seguir, oito novidades aguardadas para o software para computador.

1. Busca e Cortana

Uma das principais novas funções do Windows 10 envolve melhorias na ferramenta de busca. Tudo indica que a Microsoft irá fazer da Cortana a busca padrão, possivelmente acelerando o acesso a conteúdo que está armazenado localmente. Na versão testada atualmente por desenvolvedores, um clique no campo de buscas revela uma janela que organiza melhor documentos e outros arquivos do usuário. Em alguma medida, a novidade se parece com o Spotlight, do macOS.

2. Tema claro

Em termos de visual, uma das mudanças esperadas para o Windows 10 é um novo tema claro que altera os tons da interface do sistema. Ao ativar essa opção nas configurações, barras de menu, janelas e outros elementos receberão uma coloração mais suave e que lembra os primeiros vazamentos do Fluent Design. A tela de login também muda, aplicando um efeito de desfoque na foto de fundo. Aparentemente, a nova linguagem de design do software será implementada aos poucos.

3. Menu de configurações

O menu de configurações do Windows deverá ganhar contornos similares aos da conta de usuário no site da Microsoft. Na parte de cima, a janela exibirá nome e foto de perfil, além de atalhos para acessar o OneDrive, celular conectado e atualizações. As páginas internas também ganharão alterações. No menu de armazenamento, por exemplo, a expectativa é que fique mais fácil identificar o que mais consome espaço no HD com um olhar rápido.

4. Desinstalação de apps

A partir da próxima versão do Windows 10, a Microsoft irá permitir desinstalar uma quantidade maior de aplicativos que vêm pré-instalado para liberar espaços. Se antes usuários podiam remover apenas sete apps do pacote de fábrica, a atualização de abril expandirá o limite para outros 10 programas, incluindo Paint 3D, Mail, calculadora e Filmes e Programas de TV.

5. Instalação de fontes

[sociallocker]

Instalar fontes deverá ficar mais fácil no Windows 10 April Update 2019. A partir da próxima atualização, usuários poderão abrir o menu Fonte das configurações e apenas arrastar e soltar um arquivo compactado para executar a importação. Antes, o menu de instalação de fontes permitia obter novas tipografias apenas por meio da loja oficial.

6. Windows Sandbox

Usuários de PC terão uma forma de rodar aplicativos sem o risco de infectar a máquina com vírus. Chamado de Windows Sandbox, o recurso usa tecnologia de virtualização de hardware para abrir apps não confiáveis em um ambiente isolado, evitando que qualquer código malicioso atinja o núcleo do sistema. A função dispensa a criação de uma máquina virtual manualmente para fazer testes de apps com possibilidade de bugs.

7. Print de tela

O aplicativo de print de tela do Windows deverá ganhar mais ferramentas para melhorar capturas no PC. A ideia é que seja possível adicionar bordas às imagens, imprimir rapidamente diretamente do app e personalizar o nome do arquivo. Além disso, o programa poderá permitir salvar prints como jpg ou gif.

8. Design e usabilidade

A Microsoft deverá reservar várias melhorias pontuais para o sistema. Entre elas estão detalhes como novos ícones no menu de energia, uma barra deslizante para facilitar o controle de brilho, app Sticky Notes compatível com o tema escuro, suporte a imagem RAW e um menu de configuração inicial do Windows mais simples.

Dica Importante

Antes de fazer esta Atualização que podemos chamar de grande porte, faça um Backup do seu computador, crie um ponto de restauração, ainda não sabemos quais os problemas podem apresentar na variações de hardware

[/sociallocker]