Prêmio Caio revela as 55 agências finalistas em Sustentabilidade, Eventos e Serviços

O Prêmio Caio, a mais influente premiação da indústria de eventos e turismo do país.

O Prêmio Caio, a mais influente premiação da indústria de eventos e turismo do país, revela a relação de finalistas dos segmentos de Sustentabilidade, Eventos e Serviços da edição de 2016. Este ano foram premiados projetos desenvolvidos para 10 associações e 73 empresas, dentre as mais importantes do país: A C. Camargo, Accor, Agopa, Alelo, Ambev, Amstel, Apsen, Atacadão, Atlas, Banco Toyota, BGS, Biolab, Bosch, Bradesco, Campus Party, Carrefour, Castrol, Cetip, Claro, CNSEG, Contax, CPFL, Danone, Dentsu, Embelleze, FenaSaúde, Ferrero, GE, Globo, Globosat, GM, Honda, HP, HSM, IT Mídia, Kalunga, Libbs, Mercedes-Benz, Merck, Mondelez, Natura, Neo Química, Netflix, Nike, Nissan, Nutrimental, O Boticário, Okajima, Oxiteno, Panasonic, Porsche, Porto Seguro, RaiaDrogasil, Rio Solidário, Riot Games, Riotur, SAP, Sirha, SNEL, Tapaus, Tetra Pak, 3F, Tokio  Marine, Turner, Twitter, Ubisoft, UFC, UNOi, Venco, Volvo, Warner Bros, Webmotors e Whirlpool.

Entre os destaques nossos clientes: Alternativa F EventosDuo TurismoFlytour Eventos e Renase Eventos, Viagens e Incentivo
 
A cerimônia de premiação será na Noite do Jacaré, marcada para o dia 13 de dezembro, no Expo Center Norte, em São Paulo, que premiará 55 agências, organizadoras, promotoras e fornecedores de eventos: Arandas Marketing Boutique, 3HREE, Ability, AccorHotels, Agência N+, Aloha Studios, Alternativa F Eventos, Atmosfera Eventos, Avantgarde Brasil, Bethe B Comunicação, Biblioteca de Ideias Eventos Empresariais, Blumar Turismo, Brasil Game Show, Bueno Arquitetura Cenográfica, Cake, Comunicato, Contax, D.Mattos Live Marketing, Duo Turismo, Enzimas em Ação, F/Malta, Fabrica de Ideias, Flytour Eventos, Fuego Incentivos, Gauche Eventos, GL events Brasil, Hotma Arquitetura de Eventos, HotmaCon, Kawan Eventos, KeS, Kissus, Ledcom, Lets Produções, Levitatur, Mark Up, MC2 Eventos, MCI Brasil, NA Equipamentos, Onze Marketing e Comunicação, People, Pertra Viagens Estratégicas, Planeventos, Publikimagem, Queensberry Viagens, Recife CVB, Red Star, Renase, Sky Company Tecnologia, SPC&VB, SRCom, TV Globo, UP Line, Vintage.Ag, Win Eventos e Zum Brazil.
 
Nesta edição, o Prêmio Caio teve 568 cases inscritos, tendo sofrido um pequeno decréscimo em comparação com o ano passado (-3,89%), mas, segundo o diretor da premiação, Sergio Junqueira Arantes, “demonstrando que, mesmo  num ano difícil para a economia do país, o mercado de eventos mostrou sua relevância. Conseguimos manter a boa performance dos últimos anos, que iniciou uma série crescente no início da década: 2011 (200 cases), 2012 (308), 2013 (405), 2014 (489) e 2015 (591)”.
 
“Além das questões econômicas, o Conselho Diretor do Prêmio Caio implantou uma série de alterações no regulamento da premiação, que resultaram numa diminuição de trabalhos inscritos e aumentaram a competitividade”, explica Junqueira. “Levando em consideração o cenário econômico e político e as regras de aprimoramento do Regulamento de 2016, 568 trabalhos inscritos é um excelente resultado”, salienta.
 
BALANÇO
No total, 55 empresas classificaram trabalhos para receberem os Jacarés de Ouro, Prata e Bronze em 2016. Destas, 35% estão participando pela primeira vez do Prêmio Caio. “Este dado é um dos mais importantes do Prêmio Caio 2016, pois ao mesmo tempo que demonstra a fidelidade das empresas concorrentes, mostra que estamos atingindo um dos objetivos principais da premiação, que é identificar e reconhecer as melhores empresas de eventos do país. Um índice maior que 1/3 de novas empresas finalistas mostra que estamos no caminho certo”, explica o diretor da premiação. Outro dado que se destaca em 2016 é a quantidade de empresas finalistas de fora da capital paulista: 42%.

Os finalistas de cada uma das categorias da 17ª Edição do Prêmio Caio estão apresentados em ordem alfabética. Confira abaixo:

SUSTENTABILIDADE

 EVENTOS

GL events Brasil
Case: Bienal do Livro Rio reduz 50% dos resíduos com política de gestão
Cliente: Snel

Globo
Case: Verdejando
Cliente: Globo

Win Eventos
Case: World Cotton Reserch Conference – 6 – Case de Evento Sustentável da Win Eventos
Cliente: Associação Goiana dos Produtores de Algodão – Agopa

HOTELARIA

AccorHotels
Case: Planet 21 – Acting Here
Cliente: AccorHotels

AccorHotels
Case: Plant for the Planet
Cliente: AccorHotels

SERVIÇOS

Contax
Case: Contax Qualifica
Cliente: Contax

Win Eventos
Case: Programa de Sustentabilidade da Win Eventos
Cliente: Win Produções

EVENTOS

CAPTAÇÃO DE EVENTO NACIONAL
         Recife Convention & Visitors Bureau
Case: Captação do Congresso Brasileiro de Angiologia e Cirurgia Vascular
Cliente: Sociedade Brasileira de Angiologia e Cirurgia Vascular

         MCI Group
Case: XXX Congresso Brasileiro de Cirurgia Dermatológica 2018
Cliente: Sociedade Brasileira de Cirurgia Dermatológica

         São Paulo Convention & Visitors Bureau
Case: 43º Congresso Brasileiro de Análises Clínicas
Cliente: Sociedade Brasileira de Análises Clínicas

CONGRESSO INTERNACIONAL        
         GL events Brasil
Case: 6° RioContentMarket bate recorde de público e torna-se o maior evento do setor audiovisual da America
Cliente: Bravi

         Alternativa F Eventos
Case: I Edição do Fórum Internacional da Saúde Suplementar
Cliente: FenaSaúde

         Blumar Turismo
Case: Congresso Mundial da Propriedade Intelectual da AIPPI
Cliente: Associação Brasileira da Propriedade Intelectual

CONGRESSO NACIONAL      
         Comunicato Eventos Inteligentes
Case: 10º Congresso Brasileiro do Algodão
Cliente: Abrapa – Associação Brasileira dos Produtores de Algodão

         Bethe B Comunicação
Case: 7ª Conseguro
Cliente: CNseg

         MCI Group
Case: XXVIII Congresso Brasileiro de Cirurgia Dermatológica – CBCD 2016
Cliente: Sociedade Brasileira de Cirurgia Dermatológica

         Planeventos
Case: 53º Cobem – Congresso Brasileiro de Educação Médica
Cliente: ABEM – Associação Brasileira de Educação Médica

CONGRESSO REGIONAL      
         MCI Group
Case: Congresso da Sociedade de Cardiologia do Estado do Rio Grande do Sul – SOCERGS
Cliente: Congresso da SOCERGS 2016

CONVENÇÃO NACIONAL      
         Aloha Studios
Case: Apsen RN16
Cliente: Apsen Farmacêutica

        Renase Eventos, Viagens e Incentivo
Case: Convenção Nacional Bosch Service 2015
Cliente: Bosch

         SRCom
Case: O Boticário Convenção Nacional de Franqueados
Cliente: O Boticário

EVENTO ARTÍSTICO  
         Kissus – Studio de Produção & Promoção
Case: Grandes Mestres do Renascimento
Cliente: Espaço Cultural Porto Seguro

         Globo
Case: Experiência do Amanhã – A Evolução da Televisão no Brasil
Cliente: Globo

         Gauche Eventos
Case: Live Site Boulevard Olimpico Miecimo da Silva
Cliente: RioTur

EVENTO CORPORATIVO      
         Agência People
Case: Bradesco POBJ 2016
Cliente: Bradesco

         Zum Brazil
Case: IT Forum 2016
Cliente: IT Mídia

         Atmosfera Eventos
Case: Venco 30 anos
Cliente: Venco

EVENTO DE ENDOMARKETING      
         Vintage.Ag
Case: Amstel – Lançamento da Marca
Cliente: Amstel

         SRCom
Case: RaiaDrogasil Notáveis do Ano 2016
Cliente: Raia Drogasil

         Avantgarde Brasil
Case: Treinamento Porsche Brasil
Cliente: Porsche Brasil

         Agência nmais
Case: Pequeno Funcionário Alelo
Cliente: Alelo

         D.Mattos Live Marketing
Case: Engajamento do público interno no novo posicionamento da marca Claro
Cliente: Claro Movel

EVENTO DE RELACIONAMENTO      
         Kawan Eventos
Case: MB Solutions Week
Cliente: Mercedes-Benz

         Arandas Marketing Boutique
Case: UNOi – Estação Redei2016
Cliente: UNOi educação

         F-Malta Live Marketing & Digital
Case: Twitter Sports Lab
Cliente: Twitter

         Atmosfera Eventos
Case: Venco 30 anos
Cliente: Venco

         Avantgarde Brasil
Case: Loja Conceito Porsche Brasil
Cliente: Porsche Brasil

EVENTO DE RESPONSABILIDADE SOCIAL    
         Publikimagem Projetos e Marketing
Case: CPFL nas Escolas
Cliente: CPFL – Companhia Paulista de Força e Luz

         Globo
Case: Som da Cidade
Cliente: Globo

         Onze Marketing e Comunicação
Case: Divulgação do Banco de Sangue
Cliente: A.C.Camargo Cancer Center

         Enzimas em Ação
Case: Cidadão Consciente
Cliente: Rio Solidário

EVENTO ESPORTIVO  
         SRCom
Case: Danone Nations Cup 2015
Cliente: Danone

         Lets Produções
Case: CBLOL São Paulo
Cliente: Riot Games

         Brasil Game Show
Case: Brasil Game Cup 2015
Cliente: Brasil Game Show

EVENTO INTERNACIONAL REALIZADO NO BRASIL  
         MCI Group
Case: Campus Party Brasil 2016
Cliente: Campus Party

         Kissus – Studio de Produção & Promoção
Case: Exposição Grandes Mestres – Leonardo, Michelangelo, Rafael
Cliente: Espaço Cultural Porto Seguro

         GL events Brasil
Case: Sirha Rio: onde os chefs se inspiram
Cliente: Sirha Brasil

EVENTO OU ESTANDE REALIZADO NO EXTERIOR  
         Alternativa F Eventos
Case: Tokio Marine e Corretores Diamante na África do Sul
Cliente: Tokio Marine Seguradora

         MC2 Eventos
Case: Gulfood Manufacturing Dubai – 2015
Cliente: Tetra Pak

         Zum Brazil
Case: Convenção Libbs 2016 – Espanha
Cliente: Libbs Farmacêutica

EVENTO PROMOCIONAL      
         Globo
Case: Estúdio Olímpico
Cliente: Globo

         Vintage.Ag
Case: Volvo – Fenatran
Cliente: Volvo

         D.Mattos Live Marketing
Case: Ativação TNT na Convenção SKY 2016 – Turner
Cliente: Turner International do Brasil

         3HREE Comunicação
Case: WebMotors 20 Anos de estrada e você de Volvo
Cliente: Webmotors

EVENTO SOCIAL      
         Alternativa F Eventos
Case: Tokio Classic África do Sul
Cliente: Tokio Marine Seguradora

         Alternativa F Eventos
Case: Evento: Quem Não Se Comunica Se Trumbica – Seguradora Líder DPVAT
Cliente: CNseg

         Hotmacon
Case: Encontro Autos Esportivos 2015 – Casa de Mkt
Cliente: Casa de MKT

LANÇAMENTO DE PRODUTOS        
         Vintage.Ag
Case: GM – Lançamento Novo Cruze Press
Cliente: GM do Brasil

         Vintage.Ag
Case: GM – Lançamento Novo Cobalt
Cliente: GM do Brasil

         Arandas Marketing Boutique
Case: Esta Flor Vernissage
Cliente: Natura Cosméticos

PROGRAMA DE INCENTIVO  
         Ability
Case: Time de Campeões
Cliente: Mondelez

         Ability
Case: Castrol com Você
Cliente: Castrol

SEMINÁRIO E FÓRUM
         SRCom
Case: SAP Forum
Cliente: SAP Brasil

         Vintage.Ag
Case: Carrefour – II Forum de Diversidade
Cliente: Instituto Carrefour

         Alternativa F Eventos
Case: I Fórum da Saúde Suplementar da FenaSaúde
Cliente: FenaSaúde

VIAGEM DE INCENTIVO INTERNACIONAL    
         Mark Up
Case: Top Club
Cliente: Whirlpool Corporation

         Renase Eventos, Viagens e Incentivo
Case: Viagem Maestros 2015 Ferrero
Cliente: Ferrero

         MC2 Eventos
Case: Customer Innovation Week 2016 – EUA e Europa
Cliente: Tetra Pak

         Pertra Viagens Estratégicas
Case: Biolab e Você: Duas vezes mais Emoção!
Cliente: Biolab Farmacêutica

         Queensberry Viagens
Case: Viva o Mundo – Banco Toyota
Cliente: Banco Toyota

VIAGEM DE INCENTIVO NACIONAL  
         Alternativa F Eventos
Case: No Ritmo dos Ouros – Incentivo Tokio Marine para Arraial D´Ajuda
Cliente: Tokio Marine Seguradora

         Ability
Case: Campanha Multipremiada
Cliente: Kalunga

         Fuego Incentivos
Case: A Grande Família Macre
Cliente: Atacadão Macre

         Duo Turismo
Case: Expedição Nutrimental Fernando de Noronha
Cliente: Nutrimental

         Flytour Eventos
Case: POBJ E PADE 2016 – Bradesco
Cliente: Bradesco
SERVIÇOS

APOIO E LOGÍSTICA PARA EVENTOS
         Hotma Arquitetura de Eventos
Case: Tokyo 2020 – Japan House
Cliente: Dentsu

         Agência Cake
Case: Casa da Finlândia Olimpíadas Rio 2016
Cliente: Tapaus

         Aloha Studios
Case: Apsen RN16
Cliente: Apsen Farmacêutica

ÁUDIOVISUAL
         Ledcom
Case: Rock in Rio 2015
Cliente: Rock World

         N.A Equipamentos
Case: Turnê Maroon 5 Brasil 2016
Cliente: T4F Entreterimento

         N.A Equipamentos
Case: EDC Brasil 2015
Cliente: T4F Entreterimento

CENOGRAFIA
         N.A Equipamentos
Case: Pepsi, Pode ser épico – Rock In Rio
Cliente: Ambev

         Agência People
Case: POBJ PADE
Cliente: Bradesco

         D.Mattos Live Marketing
Case: Cenografia de Destaque na Convenção de Vendas Biolab e Avert 2016
Cliente: Biolab

         Zum Brazil
Case: Palco Convenção Libbs 2016 – Espanha
Cliente: Libbs Farmacêutica

COMUNICAÇÃO VISUAL      
         Zum Brazil
Case: IT Forum 2016 – Steampunk
Cliente: IT Mídia

         Alternativa F Eventos
Case: Criação e Desenvolvimento da Comunicação Visual do Evento Diamantes Africanos em Cape Town
Cliente: Tokio Marine Seguradora

         Bethe B Comunicação
Case: 7ª Conseguro
Cliente: CNseg

DMC :: DESTINATION MANAGEMENT COMPANY  
         Fuego Incentivos
Case: Clube dos Campeões Embelleze
Cliente: Embelleze

         Fuego Incentivos
Case: Conexão Okajima Las Vegas
Cliente: Okajima Distribuidora

         Levitatur Viagens
Case: XVIII Congresso da Sociedade Brasileira de Radioterapia
Cliente: Sociedade Brasileira de Radioterapia

ESTANDE EM ILHA    
         Red Star
Case: Ubisoft
Cliente: Ubisoft

         KeS Cenografia
Case: Cetip – 25º Congresso e Expo Fenabrave 2015
Cliente: Cetip

         Red Star
Case: Neo Química
Cliente: Neo Química

ESTANDE MEGA      
         Hotmacon
Case: Warner Bros – Comic Con 2015
Cliente: Warner Bros

         Red Star
Case: Volvo
Cliente: Volvo do Brasil

ESTANDE MONTADO EM ÁREA EXTERNA    
         F-Malta Live Marketing & Digital
Case: Twitter Beach House
Cliente: Twitter

         Red Star
Case: Honda Jet
Cliente: Líder Aviação

ESTANDES DE GRANDE PORTE        
         Hotmacon
Case: Netflix – Comic Con 2015
Cliente: Netflix

         Biblioteca de Idéias Eventos Empresariais
Case: Integração de Talentos: Atlas Copco – Feimec 2016
Cliente: Atlas Copco Brasil

         UP line
Case: Estande Globosat ABTA
Cliente: Globosat

         Renase Eventos, Viagens e Incentivo
Case: Estande GE Feira JPR 2016
Cliente: GE Healthcare

ESTANDES DE MÉDIO PORTE
         Bueno Arquitetura Cenográfica
Case: HSM CEO Lounge
Cliente: HSM do Brasil

         Pertra Viagens Estratégicas
Case: FCE Pharma 2016 – Merck. Marca vibrante, estande mais vibrante ainda.
Cliente: Merck Group

         Fabrica de Ideias
Case: 3F Metalúrgica – Feicon
Cliente: 3F Fechaduras e Cadeados

         Renase Eventos, Viagens e Incentivo
Case: Estande GE Lifescience Feira SBBQ 2016
Cliente: GE Healthcare Lifescience

ESTANDES DE PEQUENO PORTE      
         Ability
Case: Máquina do Tempo HP
Cliente: HP Hewlwtt Packard – Brasil

        Renase Eventos, Viagens e Incentivo
Case: Estande GE Hospital Innovation
Cliente: GE Healthcare

         Arandas Marketing Boutique
Case: UNOi – Educar 2016
Cliente: UNOi educação

INFRA-ESTRUTURA TÉCNICA PARA EVENTOS        
         Globo
Case: Estúdio Olímpico
Cliente: Globo

         Sky Company Tecnologia
Case: UFC 198 Infra Estrutura distribuiçao de rede
Cliente: UFC – BRASIL

         Ledcom
Case: Rio sem Limites – Nike: Espaço Interativo – Olimpiadas Rio 2016
Cliente: Nike do Brasil

MARKETING ESTRATÉGICO PARA EVENTOS
         Alternativa F Eventos
Case: Ações de Marketing para a Viagem de Incentivo Tokio Marine na África do Sul
Cliente: Tokio Marine Seguradora

         Alternativa F Eventos
Case: Ações de Marketing para divulgação do estande da África Tokio Marine no Conec
Cliente: Tokio Marine Seguradora

         Alternativa F Eventos
Case: Ações de Marketing do Estande Oxiteno na Abrafati
Cliente: Oxiteno

OPERAÇÃO E PRODUÇÃO DE ESTANDES    
         Alternativa F Eventos
Case: Estande da Tokio Marine no Conec
Cliente: Tokio Marine Seguradora

         Alternativa F Eventos
Case: Alternativa F no estande da Oxiteno na Abrafati
Cliente: Oxiteno

         Ability
Case: Star Wars X360 HP
Cliente: HP Hewlett Pachard – Brasil

SOLUÇÕES INOVADORAS E NOVAS TECNOLOGIAS  
         Hotmacon
Case: Panasonic – Olimpíadas Rio 2016
Cliente: Panasonic

         D.Mattos Live Marketing
Case: Tecnologia de ponta na Convenção de Vendas Biolab/Avert 2016 – Biolab
Cliente: Biolab

         N.A Equipamentos
Case: Hotel Kicks Nissan
Cliente: Nissan

         Aloha Studios
Case: Inteligência Artificial • Apsen RN16
Cliente: Apsen Farmacêutica

FONTES:  Revista Exame, Economia UOLRevista Eventos e Prêmio Caio

Pesquisa apontou que a segurança de dados é a principal preocupação

Um estudo da IBM publicado recentemente revelou que, em 2015, os gastos médios das empresas brasileiras com violações de dados ultrapassaram 4 milhões de reais.
Outra pesquisa, esta realizada pela Extreme Network em nível global, mostra que ao longo de 2016 a segurança de dados é a principal preocupação dos executivos de TI em todo o mundo.
Conforme a tecnologia avança e se torna mais acessível, aumentam as ameaças à segurança da informação das empresas, o que está bem claro nestes dois estudos mencionados.
Diante disso, a pergunta que fica é: como otimizar a segurança de dados sem fazer com que as operações da empresa não deixem de aproveitar os avanços tecnológicos?

1. Crie a cultura da segurança de dados

Para começar, é importante conscientizar todos os colaboradores da sua empresa sobre o assunto segurança de dados — cerca de 30% das violações, de acordo com o estudo da IBM, são causadas por negligência dos próprios usuários.
Documente normas e recomendações, considerando todas as possíveis ameaças e também os riscos relacionados ao dia a dia corporativo.
Explique os benefícios da política, “traduza” os termos técnicos, enfim, traga todos para o objetivo maior: a segurança da informação e do negócio como um todo.
Estes usuários tendem a disseminar a ideia entre seus colegas de modo que, quando as normas entrarem em vigor, elas não serão uma imposição — para tal, escolha usuários que exerçam uma liderança natural entre seus colegas.

2. Invista em ferramentas e boas práticas de segurança da informação

Hoje, com a computação em nuvem, é possível adquirir softwares, ferramentas de antivírus, backup e outros de forma virtualizada, o que diminui muito os custos e não exige longos períodos de implementação.
Da mesma forma, metodologias e boas práticas também devem fazer parte do dia a dia do departamento de TI.

3. Armazene dados na nuvem

Isso porque os provedores de serviços de nuvem estão sempre atualizados com o que há de mais moderno em ferramentas, práticas e também mantêm em seus quadros os melhores profissionais — o que custa muito dinheiro para manter internamente.
Como existem nuvens públicas, privadas e híbridas, é preciso verificar qual dos três modelos é ideal para o seu negócio.
No modelo público, a empresa divide com outras empresas um datacenter (cada qual com seus níveis de acesso separados), a privada é exclusiva e a híbrida é uma mescla dos dois modelos.
Normalmente, os bons provedores de cloud garantem uma disponibilidade acima de 99%, — afinal, a segurança é um valor muito importante neste negócio.

4. Invista em criptografia para garantir a inviolabilidade dos arquivos

Toda empresa possui arquivos considerados sensíveis (relatórios gerenciais, planejamentos, planilhas financeiras e segredos industriais, por exemplo).
Uma boa escolha é protegê-los com sistemas de criptografia — codificação dos dados de modo que só possam ser lidos pelas pessoas autorizadas.
Com isso, dados que circulam em e-mail ou que estejam arquivados em dispositivos móveis que podem ser roubados ou perdidos não correm o risco de serem descobertos por fraudadores.

5. Firme contratos de sigilo com colaboradores e fornecedores

Outra excelente forma de garantir a segurança de dados corporativos é inserindo termos de confidencialidade em contratos com colaboradores e fornecedores.
Esta prevenção judicial pode inibir práticas de risco, fraudes e até ajudar a conscientizar as pessoas da importância de manter as informações seguras.

6. Reforce o controle de acesso aos sistemas corporativos

Também é importante fazer melhorias nos controles de acesso aos sistemas utilizados na empresa — especialmente quando há acesso remoto por meio de soluções SaaS, por exemplo.
É importante ter total controle de quem são as pessoas autorizadas a acessar e operar os diversos sistemas, com níveis de acesso bem definidos, senhas fortes e rastreamento das atividades.

7. Adote redes privadas virtuais (VPN) e controle os dispositivos utilizados

Trend Micro, uma das maiores empresas do ramo da segurança da informação no mundo, publicou um relatório no qual afirma que 2016 deve finalizar como um ano de grandes desafios para a segurança de dados corporativos.

Nas palavras da companhia, este “será o ano da extorsão online”, especialmente no que diz respeito ao crescimento de ameaças a dispositivos móveis (tablets, smartphones, etc.).
Como, cada vez mais, as pessoas estão utilizando seus próprios dispositivos no ambiente de trabalho, ter o controle e exigir autenticação é cada vez mais fundamental.
Inúmeros especialistas recomendam, inclusive, que os dispositivos dos colaboradores sejam isolados em uma rede única, pois assim fica ainda mais fácil de monitorar e identificar problemas.
Como vimos, a segurança de dados depende de uma série de fatores, que vai desde a educação dos usuários até investimentos em ferramentas e práticas.
O que não é mais possível é acreditar que as informações corporativas não correm riscos e que não é preciso fazer um trabalho estratégico de prevenção e antecipação aos problemas.

A MORTE [✞] DO GOOGLE PLUS, Qual é o futuro do Google+?

Qual é o uso que você dá para o Google Plus? Aliás, o que caracteriza o comportamento e engajamento da maioria dos usuários presentes nesta rede social?

Será que chegou a hora do fim do Google Plus? Última: Qual é o futuro do Google+?

Não dá pra duvidar que o crescimento dessa rede social foi vertiginoso, principalmente quando comparado com outras redes sociais. Pra você ter uma ideia, Facebook e Twitter levaram aproximadamente três anos para exibirem números como 90 milhões de usuários. Já o nosso amigo Google+ precisou de somente seis meses para dividir o mesmo título. Impressionante.

Google+ tem probleminha

Por outro lado, não podemos esquecer que o aumento de usuários se relacionava diretamente à obrigatoriedade de possuir uma conta para interagir com com funções como comentários do Youtube. Por isso, quando nos garantimos em estatística pura, pode até parecer que o Google+ não parou de crescer e de se converter num sucesso de público e crítica, mas… a coisa não é bem assim.

A ideia original da rede era dar aos usuários a possibilidade de terem uma identidade única na web. Esse perfil poderia migrar de plataforma em plataforma e ainda assim manter um controle centralizado. Ponto positivo? Tudo ficara vinculado ao mesmo user, dava pra acessar o histórico de uma rede ou compartilhar conteúdos de outras de forma simples e direta. Ainda assim, ter um centro de comando – no melhor estilo Panóptipo de Benthamnão era o que muitos usuários queriam.

3

Outro probleminha que a rede enfrentou foi o desconforto de alguns usuários sobre algumas informações solicitadas no momento de criar um novo perfil. entrar pro Google+ significava necessariamente ter que escolher entre as opções “Feminino”, “Masculino” e “outros” na parte onde se define o gênero. Em pleno século XXI, Google?Lógico que alguém – ou muita gente – ia se queixar.

E se a voz do povo é a voz de Deus, tá complicado pro Google+:

Preto no branco

Mas o Google não é Goole à tôa. Quando começou a perceber a insatisfação dos usuários, Bradley Horowitz (VP, Photos and Streams no Google) comandou a iniciativa de dar vários passos e algumas integrações entre plataformas foram desligadas. Um exemplo é a o Hangouts, que há alguns meses deixou de mostrar o perfil social dos contatos que figuram em nossas listas. O seletor de gênero também foi reconfigurado e os ajustes de privacidade permitem modificações.

E como era de se esperar, a estratégia macro anunciada começou a ser notada no Google+. Nas declarações feitas por Bradley, a mudança de direção era uma questão de espera. Com a decisão, parece que os novos responsáveis pelo Google+ começaram a considerar a opinião dos usuários.

4

Acredita-se que a plataforma voltará a compor o universo web como mais um serviço do gigante das buscas, e não como o único destino possível. Segundo o Marketing4ecommerce, o processo de desvinculação continuará. A ideia é que a plataforma se alinhe novamente com a ideia original de ser um ambiente virtual no qual os usuários interajam ao redor de interesses comuns.

Você pode até dar uma olhada por si mesmo no anúncio feito por Horowitz em Julho deste mesmo ano de 2015 na nota Everything in its right place.

Dissecando o Google+

Muita opinião e poucos dados concretos até agora. Pois vamos dar uma olhada em algumas estatísticas que podem ajudar a entender o panorama da plataforma. Pra começar, uma reflexão: já que todo mundo que tem um Gmail automaticamente ganha uma conta no G+, será que todos efetivamente usem a rede social?

Atualmente, há cerca de 2,3 bilhões de perfis no Google+. Número impressionante, mas qual é o nível de envolvimento efetivo na plataforma? O problema é que algumas redes sociais, mesmo com um menor número de usuários, têm níveis de engagement muito mais altos.

Hora de dar uma olhada na comparação entre quantidade de perfis e de usuários ativos em cada rede. AGlobalWebIndex fez um estudo em 2015 e os dados são esclarecedores:

graf01

Outras conclusões do estudo indicam números que o Google+ não devem curtir muito ou “dar +1”:

– Somente 212 milhões de perfis, do total de mais de 2 bilhões de usuários são considerados ativos;

– 90% das contas estão absolutamente vazias. Fato que se explica quando entendemos que muitos deste usuários concordaram em criar o perfil (tentando usar outros serviços) mas que realmente nunca se interessaram por compartilhar conteúdo neste canal.

Quando passamos o pente fino comparando quantidade de usuários X quantidade de postagens:

  • 1,93 milhões de usuários fizeram mais de 10 postagens no mês passado
  • 21,8 milhões de usuários postaram 10 ou mais vezes em toda a sua história na plataforma
  • 6,65 milhões de usuários publicaram 50 ou mais vezes em todo o seu período no G+

google plus

google plus

Pra você ter uma ideia, o New York times chamou o G+ de “cidade fantastma”, duro golpe, e vindo de uma fonte bastante lida e respeitada. Outro canal que teu um tapa com luva de veludo  foi o TechCrunch: “walking dead”. E olha que estamos falando da segunda maior rede social do mundo – em termos estatísticos de quantidade de usuários. “Está cheio de fantasmas” foi a declaração da web Gundotra. É muito pra passar despercebido, a internet está de olho no futuro do G+ e a  expectativa não é necessariamente otimista.

Mesmo assim, vamos dar uma olhada como anda disputa dos quatro primeiros postos quando comparamos as maiores redes sociais da atualidade. Obviamente, o primeiro lugar pertence ao Facebook, com uma representativa quantidade de visitas diárias girando na casa dos 830 milhões de acessos. Em segundo, o Twitter exibe números na casa dos 65 milhões, seguido pelo Google Plus com 37 milhões e, por último, o Linkedin fecha a conta com quase 19 milhões de acessos.

E como a distância entre o primeiro e os outros colocados é realmente enorme, vejamos alguns gráficos comparando os 2o, 3o e 4o postos. Na comparação páginas por visita, o G+ salta para o primeiro posto.

google plus

Depois de um tempo competindo de forma acirrada, o g+ dá a sensação de que tomou distância em relação ao Linkedin e ao Twitter quando nos referimos à relação páginas por visita. Por outro lado, o bounce rate  do G+ é bem maior que o dos seus competidores diretos. E se fosse o caso de excluir da comparação as visitas simples de cada página, o Google Plus teria ainda mais vantagem que as duas outras redes.

google plus

E quando finalmente comparamos a integração dos conteúdos existentes no G+ em relação às pesquisas no buscador do Google, perceberemos que a comparativa com o Twitter é muito mais favorável ao Google Plus.

Uma métrica que reforça algo que já comentamos anteriormente é a que dá ao G+ uma grande vantagem, em relação às outras duas redes, no que diz respeito à criação de postagens com conteúdos de outros meios. Aparentemente, as pessoas preferem compartilhar posts, imagens e outros tipos de conteúdos no G+. No caso do uso social do G+ no Brasil, dá pra perceber que a maioria dos nossos contatos publica mais conteúdos de terceiros do que peças próprias.

Algo que também faz pensar sobre o G+ e de certa forma consegue seduzir os marketeiros é o impacto das publicações no Google Plus sobre o SEO das páginas. É notável como o uso de keywords, conteúdos específicos e social signals provenientes dessa rede afetam o posicionamento das páginas no rank do Google.

Pra fechar

Não, o G+ não morreu e nem vai morrer agora, pode ficar tranquilo. Aliás, a rede merece atenção e fique ligado no que vem por aí. O Google não vai desistir tão fácil da plataforma e, cá entre nós, se você faz sucesso com seu marketing no Google+, não mude tudo só por causa de alguns rumores.

stay

Mesmo assim, investir numa estratégia multi-plataforma pode ser interessante para ver em qual delas você tem que tipo de feedback e engagement dos usuários. O postCron tem ótimas funcionalidades pra você que publica no google Plus, e se quiser fazer algum comentário, será super bem-vindo, estamos todos curiosos sobre novas perspectivas e sobre o futuro do Google Plus. Espero você por aqui  no próximo post!

via postCron:http://goo.gl/xpOzyJ

Mídia social atrapalha ou ajuda seu negócio?

Vale a pena fazer esta reflexão e descobrir se Mídia social atrapalha ou ajuda seu negócio.

Sabemos que acima de qualquer investimento financeiro, o nosso comportamento e mentalidade são fatores determinantes para o êxito de qualquer negócio.

Pois a nossa atitude perante os colaboradores e clientes pode causar uma impressão negativa e afetar a nossa produtividade e resultados.

Pensando nisso, compartilho com você uma reflexão da matéria publicada pela revista Exame, com participação de Conrado Adolpho, um dos maiores profissionais de Marketing do Brasil.

O comportamento do empreendedor pode definir o sucesso ou o fracasso da empresa. Por isso, é preciso prestar atenção em algumas atitudes que podem interferir negativamente na vida e no negócio.

O trabalho de Marketing Digital possibilita o aprimoramento do atendimento e o relacionamento. Pois a transparência desta relação cria a necessidade de buscar sempre a excelência. Nos produtos, serviços e atendimento. É fundamental para uma Marca estar presente na Internet para se relacionar e estar disponível sempre para atender seus Seguidores / Clientes. Além de aproveitar esta oportunidade de conhecer melhor o seu Público e converter estas informações em resultados!

Hoje a Start-It Tecnologia e Marketing Digital, possui diversas ferramentas de controle, que rastreia resultados obtidos em mídias sociais, citações, público e resultados de posts.

mkt

 

O mais importante para sua página não são as curtidas que ela tem e sim o alcance que ela pode proporcionar para o seu negócio.

Se realmente está alavancando negócios e ainda mais se está atingindo o público alvo.

Start-It, Agência de Marketing Digital Localizada em São Paulo, pode te ajudar com tudo isso, solicite um consultor.
SÃO PAULO
(11) 2626-3906
RIO DE JANEIRO
(21) 3005-9238

Cidade do Google? Alphabet quer construir uma cidade do zero com base na internet.

Em seu primeiro ano de existência, a Sidewalk Labs, empresa de inovação urbana da Alphabet, também dona do Google, tem trabalhado em produtos para melhorar o acesso Wi-Fi e os fluxos de tráfego nas cidades. Mas há sinais de que a companhia esteja interessada na construção de uma cidade.

O CEO da Sidewalk Labs, Dan Doctoroff, deu a entender, durante uma conferência, que a empresa esteja avaliando a possibilidade de construir uma cidade a partir do zero, após ser questionado sobre a contratação de consultores para trabalharem nesse projeto. “Seria uma grande ideia”, disse ele em resposta, embora salientando: “eu não posso te dizer nada”.

cidade_google

Uma metrópole baseada na internet permitiria repensar o governo, políticas sociais e gestão urbana. Assim, a empresa teria um local para testar melhor suas iniciativas, para lança-las mais rápido no mercado. “Cidades existentes são difíceis. Você tem pessoas com interesses próprios, política, espaço física. Mas a tecnologia, em última análise, não pode ser interrompida”, explica Doctoroff.

O Google tem trabalhado, desde 2014, com a ideia de melhorar a forma como as cidades funcionam, o que mostra, junto com o lançamento da Sidewalk Labs no ano passado, que a companhia está focada em ramificar-se para quase todos os mercados possíveis.

Via 9to5Google