Descriptografar o ransomware GandCrab gratuitamente

Temos o prazer de anunciar que, graças à nossa colaboração com a Polícia da Romênia, a Europol e outras agências policiais, conseguimos desenvolver outro novo desencriptador para todas as versões do ransomware GandCrab, lançado em outubro de 2018.

Desde o seu surgimento, o GandCrab causou perdas de centenas de milhões de dólares em todo o globo, tornando-se uma das famílias de ransomware mais prevalescentes do mercado.

Desde o nosso primeiro desencriptador, já conseguimos ajudar cerca de 10.000 vítimas a pouparem mais de 5 milhões de dólares em taxas de desencriptação.

Todos os nossos usuários estão totalmente protegidos contra infecções do GandCrab. Envie esta ferramenta aos seus amigos, familiares ou qualquer pessoa que possa estar em risco!

Mas o ideal é que não seja contaminado, preencha abaixo nosso formulário para fins de estatísticas e receba sua ferramenta da Bit defender.

Até o momento, a BitDefender afirma que já ajudou 30 mil vítimas pelo mundo a recuperar arquivos, salvando cerca de US$ 50 milhões que iriam para os bolsos de cibercriminosos.

“A operação GandCrab foi prolífica o bastante para obter receita suficiente e permitir que seus criadores se aposentassem”, disseram pesquisadores da BitDefender. A empresa ainda nota que, após essa “aposentaria”, o GandCrab simplesmente não entrega mais os arquivos mesmo depois que a vítima realize o pagamento.

Windows 10 April Update 2019 – Sistema adotará mudanças no visual e funções mais simples de usar

A Microsoft deve lançar em breve uma atualização do Windows 10 com mudanças no design e algumas novas funções. Rumores sugerem que o sistema chegará em abril com o nome de Windows 10 April Update 2019 e código 1903 trazendo um visual mais sofisticado e melhorias para recursos que já existem: deverá ficar mais fácil executar ações como pesquisar arquivos no PC. Confira, a seguir, oito novidades aguardadas para o software para computador.

1. Busca e Cortana

Uma das principais novas funções do Windows 10 envolve melhorias na ferramenta de busca. Tudo indica que a Microsoft irá fazer da Cortana a busca padrão, possivelmente acelerando o acesso a conteúdo que está armazenado localmente. Na versão testada atualmente por desenvolvedores, um clique no campo de buscas revela uma janela que organiza melhor documentos e outros arquivos do usuário. Em alguma medida, a novidade se parece com o Spotlight, do macOS.

2. Tema claro

Em termos de visual, uma das mudanças esperadas para o Windows 10 é um novo tema claro que altera os tons da interface do sistema. Ao ativar essa opção nas configurações, barras de menu, janelas e outros elementos receberão uma coloração mais suave e que lembra os primeiros vazamentos do Fluent Design. A tela de login também muda, aplicando um efeito de desfoque na foto de fundo. Aparentemente, a nova linguagem de design do software será implementada aos poucos.

3. Menu de configurações

O menu de configurações do Windows deverá ganhar contornos similares aos da conta de usuário no site da Microsoft. Na parte de cima, a janela exibirá nome e foto de perfil, além de atalhos para acessar o OneDrive, celular conectado e atualizações. As páginas internas também ganharão alterações. No menu de armazenamento, por exemplo, a expectativa é que fique mais fácil identificar o que mais consome espaço no HD com um olhar rápido.

4. Desinstalação de apps

A partir da próxima versão do Windows 10, a Microsoft irá permitir desinstalar uma quantidade maior de aplicativos que vêm pré-instalado para liberar espaços. Se antes usuários podiam remover apenas sete apps do pacote de fábrica, a atualização de abril expandirá o limite para outros 10 programas, incluindo Paint 3D, Mail, calculadora e Filmes e Programas de TV.

5. Instalação de fontes

[sociallocker]

Instalar fontes deverá ficar mais fácil no Windows 10 April Update 2019. A partir da próxima atualização, usuários poderão abrir o menu Fonte das configurações e apenas arrastar e soltar um arquivo compactado para executar a importação. Antes, o menu de instalação de fontes permitia obter novas tipografias apenas por meio da loja oficial.

6. Windows Sandbox

Usuários de PC terão uma forma de rodar aplicativos sem o risco de infectar a máquina com vírus. Chamado de Windows Sandbox, o recurso usa tecnologia de virtualização de hardware para abrir apps não confiáveis em um ambiente isolado, evitando que qualquer código malicioso atinja o núcleo do sistema. A função dispensa a criação de uma máquina virtual manualmente para fazer testes de apps com possibilidade de bugs.

7. Print de tela

O aplicativo de print de tela do Windows deverá ganhar mais ferramentas para melhorar capturas no PC. A ideia é que seja possível adicionar bordas às imagens, imprimir rapidamente diretamente do app e personalizar o nome do arquivo. Além disso, o programa poderá permitir salvar prints como jpg ou gif.

8. Design e usabilidade

A Microsoft deverá reservar várias melhorias pontuais para o sistema. Entre elas estão detalhes como novos ícones no menu de energia, uma barra deslizante para facilitar o controle de brilho, app Sticky Notes compatível com o tema escuro, suporte a imagem RAW e um menu de configuração inicial do Windows mais simples.

Dica Importante

Antes de fazer esta Atualização que podemos chamar de grande porte, faça um Backup do seu computador, crie um ponto de restauração, ainda não sabemos quais os problemas podem apresentar na variações de hardware

[/sociallocker]

Bitdefender tem ótima performance para quem deseja adquirir um antivírus

Bitdefender é um dos antivírus mais utilizados por usuários de Windows e Linux. A versão do aplicativo de segurança apresenta interface simples, boa performance na detecção de ameaças e um pacote de recursos interessantes por atender as necessidades básicas de qualquer pessoa. Distribuído na modalidade grátis para testar, o Bitdefender permite compra de assinaturas avulsas, ideal para quem deseja gastar menos e dispensar a aquisição de diversas licenças para múltiplos dispositivos.

O Bitdefender é um bom antivírus em sintonia com as opções mais badaladas do mercado na atualidade. Além das ferramentas típicas de varredura, como análise completa e análise rápida (quickscan), o Bitdefender dispõem de um navegador de Internet simples e super segudo, chamado de Safepay, ideal para uso em transações bancárias.

O mecanismo de ativação de licença, seja da versão grátis para testar por 30 dias ou da edição com assinatura por um ano, é o login e senha. Isso significa que para usar e ativar o antivírus, o usuário precisa criar uma conta na plataforma.

Um dos diferenciais do programa é a opção Proteção de Redes Sociais, que mantém a sua segurança nas redes sociais. A opção usa um filtro que pode bloquear links enviados pelos seus amigos no Facebook e Twitter. O sistema analisa todas as informações ‘escondidas’ em URLs e monitora as suas configurações de privacidade.

PRÊMIOS ESPECIAIS

AV-TEST O melhor software antivírus para o Usuário Empresarial de Clientes Windows

(Bitdefender Endpoint Security Version 6.2, Windows 7)

Durante janeiro e fevereiro de 2017, avaliamos de forma contínua 13 produtos de proteção de terminais, utilizando as configurações fornecidas pelo vendedor. […] Enfocamos em cenários de teste realistas, e os produtos foram desafiados com ameaças reais. Os produtos deviam demonstrar sua capacidade usando todos os componentes e camadas de proteção.

 LER MAIS

PRÊMIO ANUAL DE MELHOR DESEMPENHO EM 2016 PELA AV-TEST

(Bitdefender Endpoint Security Versão 6.2)

O Bitdefender Endpoint Security tem orgulho de alguns de seus impressionantes recursos

A solução de segurança da Bitdefender concluiu com sucesso seis testes ao longo de 2016 com excelentes resultados em termos de proteção com pontuações exemplares de desempenho. Ao gerir rotinas diárias, os sistemas do teste não são ralentizados pelo Endpoint Security, e o produto conseguiu alcançar ótimos resultados nas categorias de teste de desempenho e usabilidade.

“O fato de que você não precisa abrir mão de uma boa proteção por causa da velocidade em sistemas protegidos foi demonstrado brilhantemente pela solução Endpoint Security da Bitdefender nos nossos testes anuais. ” – Guido Habicht, CEO AV-TEST GmbH

 LER MAIS

VB100 DA VIRUS BULLETIN, JUNHO DE 2017

(Bitdefender Endpoint Security)

O prêmio VB100 é ganho por produtos que bloqueiam todos os arquivos de WildList (malware relatado como tendo sido visto no estado selvagem por profissionais de segurança), enquanto não geram falsos positivos ao analisar a coleta grande e regularmente atualizada de arquivos limpos da Virus Bulletin.

 LER MAIS

VB100 DA VIRUS BULLETIN DE FEVEREIRO DE 2017

(Bitdefender Endpoint Security Version 6.2, Ubuntu Linux Server Edition)

A estabilidade foi impecável, sem perceber nenhum problema, […] e houve muito pouco impacto em nossas atividades. A detecção foi tão robusta como sempre, com pontuações gerais altas, além de bons resultados nos conjuntos de certificações, fazem com que a Bitdefender ganhe outro prêmio VB100.

 LER MAIS

VB100 DA VIRUS BULLETIN DE FEVEREIRO DE 2016

(Bitdefender Security for Samba Linux)

A detecção foi excelente […] com boas pontuações em todos os lugares e o produto ganhou a certificação VB100 sem dificuldades.

 LER MAIS

“MELHOR PRODUTO” NO TESTE DE MELHOR PERFORMANCE EM WINDOWS 10, 8 E 8.1, DA AV-TEST – FEV 2016

(Bitdefender Endpoint security)

A solução Bitdefender obteve a classificação de “Melhor Produto” na nova categoria introduzida no Windows Testing. Os produtos que conseguiram uma pontuação de 17,5 ou 18 de 18 pontos no total conquistaram o mérito de MELHOR PRODUTO.

 LER MAIS

PRÊMIO DE EXCELÊNCIA DA PC MAG – JAN 2016

(Bitdefender gravityzone business security)

O Bitdefender GravityZone Business Security combina uma excelente proteção antimalware, antiphishing e contra URLs maliciosos com um console de gerenciamento altamente customizável. – PC Mag

PRÊMIO VBSPAM+ DO VIRUS BULLETIN – JAN 2016

(Bitdefender Security for Mail Servers 3.1.2)

O Bitdefender tem um longo historial nesses testes, retrocedendo ao primeiro teste VBSpam em maio de 2009, e o produto teve um ótimo desempenho em cada um deles. No entanto, nunca seu desempenho foi tão bom como agora: perdendo apenas quatro spams e bloqueando uma newsletter como o único falso positivo. Com uma pontuação final impressionantemente alta, os desenvolvedores do Bitdefender ganharam outro prêmio VBSpam+, juntando-o à sua coleção. – Virus Bulletin

PRÊMIO ANUAL DE MELHOR DESEMPENHO EM 2015 PELA AV-TEST

(Bitdefender Endpoint Security 5.3, Windows 7)

“Empresas que confiam na solução Bitdefender recebem em troca de sua confiança não só uma solução segura, mas também um produto com recursos exemplares em termos de baixo sobrecarregamento do sistema.” — Guido Habicht, CEO da AV-TEST GmbH

O Bitdefender Endpoint Security pode se orgulhar de alguns recursos incríveis. Nos seis testes individuais de certificação, a solução provou consistentemente sua inteligência na gestão de recursos de clientes do Windows, mantendo um alto nível de segurança. Durante os testes, rotinas diárias foram realizadas com a solução instalada nos clientes: abertura de websites, download de software da internet, copias de arquivos e conclusão de instalações.

PRÊMIO DA AV-TEST DE MELHOR DESEMPENHO EM 2014

(Bitdefender Endpoint Security)

“Bitdefender Endpoint Security é uma solução de proteção discreta que, além de fácil manuseio, fornece uma excelente proteção empresarial.” – Maik Morgenstern, CTO AV-TEST GmbH

Em todos os testes de certificação, o Bitdefender Endpoint Security, no auge de fornecer uma função de proteção robusta, não mostrou efeitos negativos na velocidade do computador do cliente durante o uso diário. Por esse desempenho, o Bitdefender recebeu o PRÊMIO DE MELHOR DESEMPENHO DA AV-TEST EM 2014.

AV-TEST JULHO – AGOSTO 2014

(Bitdefender Endpoint Security 5.3, Windows 7)

Durante julho e agosto de 2014, avaliamos de forma contínua 9 produtos de proteção de terminais, utilizando as definições fornecidas pelo fornecedor. Sempre utilizamos a versão publicamente disponível mais atual de todos os produtos para os testes. Focamos em cenários de testes realistas e desafiamos os produtos contra ameaças do mundo real. Os produtos tiveram que demonstrar suas capacidades usando todos os componentes e camadas de proteção.

AV-TEST MARÇO – ABRIL 2014

(Bitdefender Endpoint Security 5.3, Windows 8.1)

Sempre utilizamos a versão publicamente disponível mais atual de todos os produtos para os testes. Eles puderam atualizar-se a qualquer momento e consultar os seus serviços na nuvem. Focamos em cenários de testes realistas e desafiamos os produtos contra ameaças do mundo real. Os produtos tiveram que demonstrar suas capacidades usando todos os componentes e camadas de proteção.

AV-TEST JANEIRO – FEVEREIRO 2014

(Bitdefender Endpoint Security 5.3)

Durante janeiro e fevereiro de 2014, avaliamos de forma contínua 9 produtos de proteção de terminais, utilizando as configurações fornecidas pelo vendedor. Enfocamos em cenários de teste realistas, e os produtos foram desafiados com ameaças reais. Os produtos deviam demonstrar sua capacidade usando todos os componentes e camadas de proteção.

 LER MAIS

AV-COMPARATIVES – Primeiro colocado no Teste de Proteção do Mundo Real 2013

(Internet Security 2014)

Relatórios completos de testes dinâmicos de produtos a longo prazo. Avaliamos minuciosamente as capacidades de proteção de “mundo real” das suítes com definições padrão. Resultados mensais e dois relatórios gerais de 4 meses. A estrutura é reconhecida como uma inovação em ciência da computação.

AV-COMPARATIVES – Gold – Proteção Proativa 2013

O Teste de Detecção de Arquivos é um dos fatores mais determinantes para avaliar a eficácia de uma tecnologia de antivírus.

VBSpam+ da VIRUS BULLETIN, novembro 2013

(Bitdefender Security for Mail Servers 3.1.2)

Os laboratórios do Bitdefender Antispam elevaram seus padrões mais uma vez em novembro, quando o Bitdefender Security for Mail Servers demonstrou uma impressionante taxa de detecção de 99,96% e nenhum falso positivo.

“Apenas 29 e-mails de spam não foram identificados pelo Bitdefender neste teste, aumentando, assim, sua taxa de detecção de spams para a impressionante cifra de 99,96%. Mais uma vez, a solução identificou corretamente todos os e-mails legítimos, o que o torna vencedor de um prêmio VBSpam+ e, com isso, tornando-se vencedor ininterrupto de uma série de prêmios VBSpam+ em 2013.”

AV-TEST SETEMBRO – OUTUBRO 2013

(Bitdefender Endpoint Security 5.x)

O Instituto AV-TEST é o provedor de serviço internacional e independente líder nos campos de segurança de TI e pesquisa antivírus. O objetivo do trabalho de pesquisa conduzido pelo AV-TEST é detectar diretamente os malwares mais recentes, para analisá-los usando métodos de ponta e informar nossos cliente sobre os resultados de alta qualidade obtidos.

 LER MAIS

VB100 DA VIRUS BULLETIN DE OUTUBRO 2013

(Bitdefender Endpoint Security 5.x)

O teste comparativo VB100 é uma comparação regular independente de soluções antimalware. Cada relatório de teste combina o esquema de certificação único do VB100, com análise profunda do desempenho do produto segundo uma variedade de escalas.

 LER MAIS

VBSpam+ da VIRUS BULLETIN, setembro 2013

(Bitdefender Security for Mail Servers 3.1.2)

“O produto sempre funcionou bem, recebendo o prêmio VBSpam para cada um dos últimos 26 testes, com uma série ininterrupta de prêmios VBSpam+ em 2013. Sua sequência de sucessos continua neste teste, no qual o produto recebeu seu quinto prêmio VBSpam+ consecutivo.”

VBSpam+ da VIRUS BULLETIN, julho 2013

(Bitdefender Security for Mail Servers 3.1.2)

Para ganhar um prêmio VBSpam+, um produto precisa obter uma taxa de captura de spam superior a 99,50% e zero falsos positivos. No teste de julho, Bitdefender teve a segunda melhor taxa de detecção (99,94%) e a maior entre os produtos que receberam o prêmio VBSpam+.

“O Bitdefender mantém seu recorde de mais prêmios VBSpam recebidos, tendo ganhado um em cada um dos 26 testes que executamos. Mas o fornecedor romeno ainda tem outro recorde: sem ter deixado passar um único e-mail legítimo durante 2013, já ganhou quatro prêmios VBSpam+ consecutivos.”

VBSpam+ da VIRUS BULLETIN, maio 2013

(Bitdefender Security for Mail Servers 3.1.2)

O Bitdefender Security for Mail Servers recebeu por terceira vez consecutiva o prêmio VBSpam+ por sua alta taxa de captura de spam e detecção superior. Com esse vigésimo segundo prêmio e zero fracasso, a Bitdefender reafirma sua eficiência e dedicação em proporcionar a melhor proteção antimalware.

“Sendo o único produto que participou de todos os testes VBSpam, recebendo um prêmio VBSpam em todas as ocasiões, o Bitdefender tem muitos motivos para se orgulhar dos seus resultados nos testes VBSpam.”

 LER MAIS

VBSpam+ da VIRUS BULLETIN, março 2013

(Bitdefender Security for Mail Servers 3.1.2)

O Virus Bulletin concedeu ao Bitdefender Security for Mail Servers 3.1.2 o prêmio VBSpam+ por sua alta taxa de captura de spam e detecção superior. Com este reconhecimento, a Bitdefender cumpre quatro anos completos de participação em todos os testes VBSpam, constantemente conquistando altos resultados.

Baseado no relatório da Virus Bulletin, o produto da Bitdefender “nunca falhou em conseguir um prêmio VBSpam e tem se classificado regularmente entre os melhores participantes no teste… De fato, a alta taxa de captura de spam do produto juntamente sem falsos positivos se vê ganhando seu segundo prêmio consecutivo VBSpam+, com a segunda nota final mais alta no test.”

 LER MAIS

AV-COMPARATIVES – Produto do Ano 2012

(Bitdefender Antivirus)

A Bitdefender claramente assumiu a liderança na indústria. Ela realmente merece esse prêmio. – Janeiro de 2013 | Andreas Clementi, CEO da AV-Comparatives

 LER MAIS

AV-COMPARATIVES – Produto Corporativo APROVADO 2012

(Bitdefender Security for Virtualized Environments)

“Acreditamos que o Bitdefender Cloud Security for Endpoints é extremamente adequado para as redes da nossa pequena empresa. O primeiro e-mail fornece informações essenciais e links para iniciar a instalação de uma forma muito simples e clara. A implantação, o monitoramento e o gerenciamento são bastante práticos.”

 LER MAIS

AV-COMPARATIVES – Produto Corporativo APROVADO 2012

(Bitdefender Cloud Security for Endpoints)

“Acreditamos que o Bitdefender Cloud Security for Endpoints é extremamente adequado para as redes da nossa pequena empresa. O primeiro e-mail fornece informações essenciais e links para iniciar a instalação de uma forma muito simples e clara. A implantação, o monitoramento e o gerenciamento são bastante práticos.”

 LER MAIS

PRÊMIO ANUAL DE MELHOR PROTEÇÃO DA AV-TEST 2012

(Bitdefender Internet Security 2012 / 2013)

O Bitdefender 2013 confirma sua posição de liderança e domina os rigorosos resultados do AV-Test, conquistando a melhor nota em proteção, reparo e usabilidade.

PRÊMIO ANUAL DE MELHOR PROTEÇÃO DA AV-TEST 2011

(Bitdefender Internet Security 2011 / 2012)

“A Bitdefender nos impressionou repetidas vezes em 2011″, disse o CEO do AV-TEST, Andreas Marx. “A competição foi bastante acirrada durante o ano, mas terminamos com um vencedor claro. Isso faz com que seja um prazer apresentar nosso primeiro prêmio anual para Melhor Proteção, usuário doméstico, à Bitdefender.”

O prêmio reafirma a qualidade da proteção tanto para produtos do lar quanto de negócios que usem tecnologia de detecção comum. A distinção marca o início dos prêmios anuais do Instituto AV-TEST, a Magedeburg, uma firma de análise de softwares de segurança com sede na Alemanha, reconhecida como autoridade pela Bitdefender e seus concorrentes. Foi seguido por uma série de prêmios em 2011, que mantiveram a Bitdefender consistentemente na frente de todos os seus concorrentes em nível de proteção.

PRODUTO DE SEGURANÇA DO ANO 2011

(Bitdefender Business Solutions 3.5)

Gostamos da capacidade deste produto de instalar antivírus e softwares de segurança pela rede, mesmo em computadores sem gerenciamento em que não foi instalado o Active Directory. Além disso, a abordagem da Bitdefender é dois por um: este produto está direcionado a PMEs, mas também começou a tratar com VARs de forma mais agressiva. É um bom produto com oportunidades direcionadas.”

A prestigiosa lista “Produtos do Ano” do CRN reconheceu os novos produtos mais impressionantes de 2011. Para determinar a lista daquele ano, os editores do CRN colaboraram com o Centro de Testes do CRN para avaliar os últimos produtos introduzidos no mercado. Os juízes julgaram centenas de produtos inovadores e reduziram a lista para os produtos que adicionaram valor significativo para a comunidade de usuários finais, ao mesmo tempo em que apresentaram um impacto imediato na comunidade de provedores de soluções.

VIRUS BULLETIN’S VB100

(Bitdefender Client Security 3.1.9, Bitdefender Security for File Servers 3.5, Bitdefender Security for Samba 3.1.2)

A Virus Bulletin premiou o Bitdefender Security for File Servers 3.5 com o VB100 em outubro de 2011, comentando que “as taxas de detecção nos conjuntos infectados foram extremamente extraordinárias, quase perfeitas em algumas áreas, e ficando um pouco abaixo de 90% na semana proativa dos conjuntos RAP.” Em dezembro de 2010, o Bitdefender Client Security 3.1.9 recebeu o prêmio VB100, e em fevereiro de 2011, o Bitdefender Security for Samba 3.1.2 recebeu o prêmio VB100 ao obter a maior pontuação final seguida por um prêmio consecutivo, também em fevereiro de 2012.

A Virus Bulletin conduziu testes comparativos independentes de produtos antivírus. Os testes focaram nas taxas de detecção de vírus e velocidade de análise, assim como a observação de como cada produto funciona ao analisar um conjunto de arquivos limpos. Para poder exibir o logotipo do VB100, um produto antivírus deve ter demonstrado em nossos testes que: detectou todos os vírus em estado selvagem durante análises solicitadas e automáticas, e não gerou falsos positivos ao analisar um conjunto de arquivos limpos.

VIRUS BULLETIN’S VBSPAM

(Bitdefender Security for Mail Servers 3.0.2)

O relatório de julho de 2011 concluiu que “a solução antispam da Bitdefender continua a ser o único produto a receber o prêmio VBSpam em todos os nossos 14 testes. Graças, em parte, a uma ausência total de falsos positivos, o produto alcançou a segunda maior pontuação deste mês.” Após o teste em março de 2012, a Bitdefender já ganhou um total de 18 prêmios VBSpam seguidos.

As soluções antispam Bitdefender tem sido testadas pelo laboratório de teste do Virus Bulletin (VB) desde o primeiro teste anti-spam. A solução Bitdefender é a única que foi premiada em cada um dos testes VBSpam, continuamente melhorando a taxa de captura de spam combinado com muito poucos falso positivos sempre obtendo os melhores resultados.

AV-COMPARATIVES – Produto Corporativo APROVADO 2011

(Bitdefender Client Security 3.5, Bitdefender Security for File Servers 3.5, Bitdefender Security for Exchange 3.5)

 

Sites seguros e classificados tem mais relevâncias nas buscas

O Google e Microsoft, cada vez mais priorizam a qualidade dos sites, na relevância para o usuário, quanto na sua segurança. Para isso eles fazem diversas consultas alem do seu próprio sistema que examina o conteúdo do seu site se existem ameaças para o ameaças ao computador, identidade e Fatores de incômodo.

Muitos clientes me relatam:

“Meu site sumiu da busca do Google”.
[sociallocker]
Ao fazer o exame do site descobrimos que o site esta infectado, com ameaças escondidas. Mas como saber se o site esta nesta lista negra?

Segue uma relação dos sites que você pode fazer esta consulta e verificar se o seu site não tem nenhuma ameaça:

Transparency Report Google
Norton Safe Web
Phish tank
McAfee SiteAdvisor
Sucuri Malware Labs blacklist

Seu site enta em uma das listas negras e não sabe o que fazer? Entre em contato que somos especialistas em segurança e podemos ajuda-lo.

Mas o melhor mesmo é previnir e não deixar que isso aconteça não é mesmo? Então veja nosso artigo de como reforçar a segurança do meu site em WordPress.
[/sociallocker]

Como reforçar a segurança do meu site em WordPress

As tentativas de invasões são inúmeras e diversas, a cada segundo são milhares de tentativas de contaminar um site da internet.

Você sabe o que esta acontecendo no seu site neste exato momento? Como se prevenir que um ataque seja feito no seu site?

Muitos pensam que os hackers estão interessados apenas em sites de grandes corporações ou de comercio eletrônico. Não é mais assim, eles podem estas usando o seu site como uma ponte para acesso a maquina do seu cliente. Por este motivo instalamos diversas ferramentas de segurança para os sites dos nossos clientes e acompanhamos de perto tudo que esta acontecendo.

Se você mesmo que presta a manutenção do site da sua empresa, segue uma relação de antivírus/firewall para WordPress.

Muitas delas são gratuitas, mas para ter uma proteção total o ideal são as versões Premium (pagas).

Conhecendo os plugins de segurança para WordPress

[sociallocker]

Wordfence Security: mostra se algum arquivo do blog foi alterado, além de enviar um e-mail quando algum plugin está com atualização pendente, ou há alguma tentativa de acesso a seu blog por pessoas não autorizadas.
O plug-in varre o conteúdo do WordPress, além dos temas e demais plugins, em busca de alguma adulteração ou bug, ajudando a manter o WordPress livre de ameaças.

 

SucuriSucuri é uma Plataforma de Segurança de Sites que ajuda os webmasters a monitorar seus sites, na sua versão free deixa a desejar, mas a versão paga é ótima e confiável.

Security S.A.F.:  Protege seu site de infecção e já curar arquivos infectados no caso se ele já aconteceu. Este módulo detectar mudanças em arquivos no servidor de digitalizar todas as seções de seu site começando a partir de arquivos principais wordpress. Também uma otima opção para deixar o seu site sozinho.

 

Por que deixar o seu site seguro é importante? Além de não manchar a imagem da sua empresa ele ganha relevância nas buscas, veja nosso artigo sobre este assunto.
[/sociallocker]

ESET Antivirus , AVG Antivirus e Avast Antivirus – Mercado de Antivirus no Brasil

Como todos já sabem Avast compra rival holandesa AVG por US$ 1,3 bilhão, Objetivo é crescer em mercados emergentes.

A Avast afirmou que vai pagar US$ 25 por ação da AVG, o que representa um prêmio de 33% sobre o fechamento do papel na data da compra.

[sociallocker]Esta noticia, muitas mudanças acontecerão, uma das primeiras foi o AVG Antivirus ser distribuída exclusivamente pela Officer Distribuidora, que está em Recuperação Judicial, o que preocupa muitos revendedores que pode não sabe como terão suporte em suas vendas caso a Officer feche as portas de uma hora para outra. Pensando nisso pesquisamos varias opções para indicar aos nossos clientes, a  melhor opções encontrada foi o ESET Antivirus.

NOD32 antivirus está entre os aplicativos de segurança mais conhecidos para quem usa Windows. Além dessas versões, o NOD32 também oferece apps de proteção para Mac OS X, Linux (com suporte para distribuições mais difundidas) e Android. Na atual versão, o NOD32 é oferecido no modelo grátis para testar, em que o usuário recebe uma chave de ativação legítima que dá direito ao uso de todos os recursos do app por um período de trinta dias. Depois, para manter a key válida, é preciso aderir aos planos de assinatura.

Na sua versão mais atual, o antivírus da Eset chama atenção pela interface gráfica limpa e bem organizada, característica bem vinda que nem sempre é encontrada em softwares do gênero.

Opinião da Start-It Tecnologia.

O aspecto visual do NOD32 também reforça uma postura amigável ao uso, já que as definições padrão do NOD32 atendem bem mesmo usuários com menos tempo para ficar ajustando configurações e aqueles que apenas procuram uma solução de segurança que funcione com poucos cliques.

Além do antivírus para Windows, que é mais conhecido, a Eset libera versões do NOD32 para outros sistemas. No caso do Linux, são suportadas as distros Ubuntu, Debian, Mandriva, Red Hat, Fedora e Suse, tanto em versões de 32 como de 64 bits.

Android e Mac OS X também entram no repertório e possuem versões de suítes de segurança da marca. As características de proteção podem diferir um pouco do produto para Windows mais básico, mas, em geral, trata-se do mesmo NOD32.

O NOD32 é um dos antivírus mais conhecidos do mercado há alguns anos e suas versões atuais continuam mostrando bom desempenho, em sintonia com aquilo que os concorrentes, pagos e gratuitos, oferecem. Com interface muito agradável de usar e um pacote de recursos e ferramentas bem harmonizados para uma experiência de uso simples, o NOD32 é o tipo de escolha certeira para quem não quer perder tempo ajustando minúcias a respeito do funcionamento do antivírus. O NOD32 é bom porque aposta nessa postura mais amigável.

Não que o ajuste criterioso de todos os filtros de proteção disponíveis no NOD32 fique inacessível: quem prefere configurar o comportamento do antivírus em detalhes pode fazê-lo com tranquilidade, já que a ativação de uma série de filtros de segurança, bem como de seu funcionamento básico ficam disponíveis aos usuários.

O NOD32 aposta num formato que deixa a gratuidade irrestrita de alguns de seus grandes rivais de lado para buscar cativar os usuários no modelo de assinatura depois de um período de testes. Depois de fazer o download completo e gratuito do antivírus, o usuário recebe uma chave de uso irrestrita, que dá direito a todos os recursos do NOD32 por um mês. Depois, cabe ao usuário decidir se continua com o produto, assinando por um ano a R$ 69,99, num pacote que dá direito a instalação em quatro máquinas.
As atuais versões do NOD32 também promovem uma mudança no mecanismo de autenticação. Antigamente, o usuário detinha uma conta com login e senha no serviço. Agora, a autenticação é realizada mediante uma chave de ativação.

 

 

 

[/sociallocker]

Veja empresas e órgãos públicos que tiraram sites do ar após ciberataque

Ao menos mais 74 países, incluindo o Brasil, tiveram empresas e usuários de internet alvos de uma série de ciberataques em “larga escala”, segundo a empresa de segurança russa Kaspersky Lab. Os ataques afetaram hospitais públicos na Inglaterra e levaram a cancelamentos de atendimentos e redirecionamento de ambulâncias.
SAIBA MAIS: Ciberataques atacaram ao menos 74 países
No Brasil, os ciberataques fizeram com que sites do Ministério Público e do Tribunal de Justiça saíssem do ar nesta sexta. O TJ admitiu que computadores foram infectados, o que motivou o desligamento de todas as máquinas da instituição.

Sistemas de internet do Instituto Nacional do Seguro Social (INSS) no Ceará e em Brasília foram desligados após suspeita de invasão. A Petrobras também adotou medidas preventivas para “garantir a integridade da rede e seus dados”.

O site do Tribunal de Justiça do Rio Grande do Norte também foi retirado do ar. Segundo as instituições, as decisões foram tomadas por precaução e não há informações de ataques no Rio Grande do Norte.

Veja empresas e órgãos públicos que tiraram sites do ar:

Petrobras
Instituto Nacional do Seguro Social em todo o Brasil
Ministério das Relações Exteriores
Tribunal da Justiça de São Paulo
Ministério Público de São Paulo

Fonte: G1, Kaspersky Lab

Pesquisa apontou que a segurança de dados é a principal preocupação

Um estudo da IBM publicado recentemente revelou que, em 2015, os gastos médios das empresas brasileiras com violações de dados ultrapassaram 4 milhões de reais.
Outra pesquisa, esta realizada pela Extreme Network em nível global, mostra que ao longo de 2016 a segurança de dados é a principal preocupação dos executivos de TI em todo o mundo.
Conforme a tecnologia avança e se torna mais acessível, aumentam as ameaças à segurança da informação das empresas, o que está bem claro nestes dois estudos mencionados.
Diante disso, a pergunta que fica é: como otimizar a segurança de dados sem fazer com que as operações da empresa não deixem de aproveitar os avanços tecnológicos?

1. Crie a cultura da segurança de dados

Para começar, é importante conscientizar todos os colaboradores da sua empresa sobre o assunto segurança de dados — cerca de 30% das violações, de acordo com o estudo da IBM, são causadas por negligência dos próprios usuários.
Documente normas e recomendações, considerando todas as possíveis ameaças e também os riscos relacionados ao dia a dia corporativo.
Explique os benefícios da política, “traduza” os termos técnicos, enfim, traga todos para o objetivo maior: a segurança da informação e do negócio como um todo.
Estes usuários tendem a disseminar a ideia entre seus colegas de modo que, quando as normas entrarem em vigor, elas não serão uma imposição — para tal, escolha usuários que exerçam uma liderança natural entre seus colegas.

2. Invista em ferramentas e boas práticas de segurança da informação

Hoje, com a computação em nuvem, é possível adquirir softwares, ferramentas de antivírus, backup e outros de forma virtualizada, o que diminui muito os custos e não exige longos períodos de implementação.
Da mesma forma, metodologias e boas práticas também devem fazer parte do dia a dia do departamento de TI.

3. Armazene dados na nuvem

Isso porque os provedores de serviços de nuvem estão sempre atualizados com o que há de mais moderno em ferramentas, práticas e também mantêm em seus quadros os melhores profissionais — o que custa muito dinheiro para manter internamente.
Como existem nuvens públicas, privadas e híbridas, é preciso verificar qual dos três modelos é ideal para o seu negócio.
No modelo público, a empresa divide com outras empresas um datacenter (cada qual com seus níveis de acesso separados), a privada é exclusiva e a híbrida é uma mescla dos dois modelos.
Normalmente, os bons provedores de cloud garantem uma disponibilidade acima de 99%, — afinal, a segurança é um valor muito importante neste negócio.

4. Invista em criptografia para garantir a inviolabilidade dos arquivos

Toda empresa possui arquivos considerados sensíveis (relatórios gerenciais, planejamentos, planilhas financeiras e segredos industriais, por exemplo).
Uma boa escolha é protegê-los com sistemas de criptografia — codificação dos dados de modo que só possam ser lidos pelas pessoas autorizadas.
Com isso, dados que circulam em e-mail ou que estejam arquivados em dispositivos móveis que podem ser roubados ou perdidos não correm o risco de serem descobertos por fraudadores.

5. Firme contratos de sigilo com colaboradores e fornecedores

Outra excelente forma de garantir a segurança de dados corporativos é inserindo termos de confidencialidade em contratos com colaboradores e fornecedores.
Esta prevenção judicial pode inibir práticas de risco, fraudes e até ajudar a conscientizar as pessoas da importância de manter as informações seguras.

6. Reforce o controle de acesso aos sistemas corporativos

Também é importante fazer melhorias nos controles de acesso aos sistemas utilizados na empresa — especialmente quando há acesso remoto por meio de soluções SaaS, por exemplo.
É importante ter total controle de quem são as pessoas autorizadas a acessar e operar os diversos sistemas, com níveis de acesso bem definidos, senhas fortes e rastreamento das atividades.

7. Adote redes privadas virtuais (VPN) e controle os dispositivos utilizados

Trend Micro, uma das maiores empresas do ramo da segurança da informação no mundo, publicou um relatório no qual afirma que 2016 deve finalizar como um ano de grandes desafios para a segurança de dados corporativos.

Nas palavras da companhia, este “será o ano da extorsão online”, especialmente no que diz respeito ao crescimento de ameaças a dispositivos móveis (tablets, smartphones, etc.).
Como, cada vez mais, as pessoas estão utilizando seus próprios dispositivos no ambiente de trabalho, ter o controle e exigir autenticação é cada vez mais fundamental.
Inúmeros especialistas recomendam, inclusive, que os dispositivos dos colaboradores sejam isolados em uma rede única, pois assim fica ainda mais fácil de monitorar e identificar problemas.
Como vimos, a segurança de dados depende de uma série de fatores, que vai desde a educação dos usuários até investimentos em ferramentas e práticas.
O que não é mais possível é acreditar que as informações corporativas não correm riscos e que não é preciso fazer um trabalho estratégico de prevenção e antecipação aos problemas.

Vírus no Facebook rouba mais de 10 mil contas; brasileiros são os mais afetados

Em apenas dois dias, um ataque de phishing realizado por meio do Facebook fez mais de 10 mil vítimas, cerca de 37% (3700) das quais são brasileiras, segundo a empresa de segurança digital Kaspersky Labs. Trata-se de malware (arquivo malicioso) que usa a rede social para se disseminar e roubar as contas e dados pessoais dos usuários.

Os brasileiros são os mais afetados:

[sociallocker]

04111104738074

Os usuários da rede social recebiam uma notificação dizendo que um amigo seu havia mencionado-os em um comentário de um post. A notificação, no entanto, era enviada por invasores e desencadeava um ataque em duas fases. Na primeira delas, o computador do usuário recebia um trojan que instalava, entre outras coisas, uma extensão do navegador Chrome no computador do usuário.

Reprodução

A segunda fase começa quando o navegador infectado acessa o Facebook. Nesse momento, os invasores conseguiam usar a extensão maliciosa para tomar controle da conta do usuário. Feito isso, o malware podia alterar configurações de privacidade, extrair dados e realizar atividades estranhas nos perfis dos usuários, como enviar spam e produzir curtidas e compartilhamentos fraudulentos.

Brasileiros foram, de longe, o público mais afetado pelo ataque. 37% ds vítimas detectadas nos últimos dois dias foram do nosso país. Outros países que também tiveram grande número de pessoas atingidas foram Polônia (8%) Peru (7%) e Colômbia. Usuários de Windows, tanto em PCs quanto em dispositivos móveis, foram as principais vítimas do ataque; os sistemas Android e iOS estão imunes ao ataque, pois a biblioteca usada pelos criminosos é incompatível com esses sistemas.

Prevenção

A Kaspersky também recomendou uma série de medidas por meio das quais usuários podem se proteger de ataques desse tipo. A empresa recomenda a instalação de programas de segurança, mesmo que gratuitos, e cuidado ao navegar nas redes sociais. Outras medidas sugeridas são a alteração das configurações de privacidade do Facebook para as mais restritas possíveis e evitar ao máximo clicar em links enviados por estranhos ou em mensagens suspeitas.

Para os usuários que acreditam que tenham sido infectados, a empresa recomenda a execução de um escaneamento contra malwares. Além disso, é possível abrir o Chrome e buscar por extensões desconhecidas. Caso arquivos nocivos ou extensões estranhas sejam encontradas, a Kaspersky sugere que o usuário desconecte completamente seu computador da internet e chame um profissional para removê-los.

Tanto o Google quanto o Facebook já tomaram medidas para atenuar o problema. O Google excluiu da Chrome Web Store pelo menos uma das extensões criminosas associadas ao ataque. A rede social, por sua vez, conseguiu bloquear as técnicas de propagação do malware pelos PCs infectados, e disse à empresa que não observou outras tentativas de infecção.

“Os cibercriminosos estão aproveitando o fato de que os usuários tendem a usar a mesma senha em vários serviços baseados na web (Facebook, Gmail, Corporate SSL VPN, Outlook Web Access, etc) para obter acesso remoto a redes corporativas”, disse a Seculert.
Vírus no Facebook não é novidade. De acordo com um relatório publicado pela empresa a rede social encontrou problemas em logins de 600 mil contas comprometidas a cada dia.

Veja mais em Olhar Digital: http://goo.gl/KmK4QU

[/sociallocker]

Sua Conexão está lenta? Faça um teste de DNS e aumente a velocidade da sua conexão.

Venho recebendo varias reclamação de clientes com a conexão instável e muitas vezes lenta, percebi que o principal problemas era com os DNSs.preciso-de-alguma-configuracao-diferenciada-para-instalar-google-apps

Sem alarde, o Google deixou de oferecer a versão brasileira de um serviço que possibilitava a melhoria da internet de vários usuários no Brasil. O Google Public DNS, que já existia há quatro anos, abandonou o país, e o recurso não está mais disponível por aqui, possivelmente em resposta ao pedido do governo de armazenamento de dados de brasileiros em data centers nacionais. O serviço ainda está disponível, mas não é mais brasileiro, o que reduz bastante sua velocidade.

Embora o Google negue que o pedido do governo e a votação iminente do Marco Civil tenham diretamente a ver com o assunto, o fato é que os brasileiros não podem mais usufruir da mesma forma que antes, já que ele perdeu força.

Serviços de DNS, como o que era oferecido pelo Google, tentam traduzir nomes dos sites para endereços de IP de uma forma mais rápida do que o comum. Sem o serviço do gigante das buscas, a tendência é que agora os usuários precisarão encontrar outras alternativas.

Uma solução para os órfãos do Google Public DNS é a utilização de um programa gratuito e aberto da própria empresa chamadoNamebench (disponível para Windows, Mac e Linux), que possibilita um teste com vários serviços de DNS ao redor do mundo para avaliar qual é o melhor para seu computador.

Após a divulgação do resultado, que deve aparecer no seu navegador, basta alterar suas configurações de rede com o servidor que for sugerido e aproveitar uma internet mais rápida.

Caso precise de ajuda entrem em contato 11 2626-3906 ou 21 3005-9238

google-dns-speedrs