Fim da Nextel Brasil – Nextel Brasil anunciou um acordo de venda das suas operações para a mexicana América Móvil, dona da Claro

Nesta segunda-feira, dia 18 de março, a Nextel Brasil anunciou um acordo de venda das suas operações para a mexicana América Móvil, dona da Claro no Brasil. O acordo ainda conta com a aprovação oficial da Anatel (Agência Nacional de Telecomunicações) e do Cade (Conselho Administrativo de Defesa Econômica), mas, segundo especialistas, tudo indica que também vai acontecer uma migração dos clientes Nextel para a Claro no território nacional.

Com essa migração, falhas temporárias no sinal podem ocorrer, já que, atualmente, a Nextel usa antenas da Vivo. Também é preciso ficar de olho no contrato da operadora e nas condições de serviços prometidas nele.

Direitos do consumidor
Se for comprovada alguma quebra de direito do consumidor e demais legislações, o cliente poderá reclamar primeiro com a própria empresa e, caso não resolva, por meio de denúncia junto á Anatel e o Reclame AQUI. Se mesmo assim, não for solucionado o problema, deve-se procurar a Justiça.

Neste caso, o mais importante é que o consumidor esteja realmente certo que seus direitos foram violados, juntando a maior quantidade de documentos possíveis para formalizar a reclamações.

Segundo Diego Campos, diretor de operações do Reclame AQUI, nada deveria mudar com o acordo. “Durante a vigência do contrato, a Claro tem que honrar com todos os compromissos firmados pela Nextel tais como: valor, serviços e franquia”.

Contudo, existe uma prática permitida pela Anatel que se chama: descontinuidade de plano. “A Claro pode, a seu critério, descontinuar o plano que era oferecido pela Nextel e migrar o cliente para outro plano de forma compulsória”, diz Campos.

A única obrigação da empresa é informar qualquer alteração contratual aos consumidores com prazo de 30 dias de antecedência. O cliente deve estar ciente da mudança e livre do pagamento de multas, caso ele queira cancelar o serviço.

“Ele deve estar atento as comunicações que a Claro fizer em caso de mudanças. Se houver, a empresa, provavelmente, informará por chamada telefônica ou SMS. Se o cliente se sentir insatisfeito com a mudança, ele pode se queixar, mas, principalmente, tem o direito de solicitar portabilidade sem qualquer tipo de ônus para outra operadora, com um plano mais adequado a sua realidade”, ressalta Diego Campos.

Já era previsto

A Nextel insistia iDEN, que já não era mais pratico ou mesmo funcional depois da chegada de tantas novidades. Sem inovar, a Nextel acabou locando antenas de outras operadoras aonde o cutos operacional acabada saindo muito alto e a qualidade baixa, apesar de suas campanhas agressivas de marketing já não vinha apresentando bons resultados, onde resultou em venda a Claro.

Nextel: breve história

A Nextel oferece o planos de rádio no Brasil desde 1997. Nos anos 2000, a empresa fez muito sucesso com o serviço, que utiliza uma rede diferente do celular, chamada iDEN, e permite que os dispositivos se comuniquem por uma tecnologia chamada Push To Talk (PTT). Na prática, o rádio funciona como um walkie-talkie, mas sem o problema com o limite de distância entre os aparelhos.

Além da concorrência com os aplicativos de mensagem, outro problema que pesou na decisão de desligar a rede foi a dificuldade de importar aparelhos. Segundo a empresa, smartphones compatíveis com a tecnologia não são mais fabricados no Brasil e fazer a importação não é mais vantajoso, já que o preço final para o consumidor não ficaria competitivo.

 

Conheça o WhatsApp Business e tenha duas contas no mesmo celular.

Atendendo uma solicitação que já vem a tempos o WhatsApp neste dia 25 de janeiro libera a versão Business. Assim o usuário com duas operadoras no mesmo celular pode usar um para mensagens particulares e divulgar somente o seu numero comercial.

É cada vez mais comum receber instruções de contato apontando para o WhatsApp, criando um ambiente mais amistoso e com uma comunicação mais ágil e direta.

A ideia de desenvolver uma aplicação focada para negócios surgiu de forma orgânica. Com empresas explorando o potencial do aplicativo, a necessidade de funcionalidades mais robustas e direcionadas para o público empresarial se tornou evidente.

(25/01) foi liberado oficialmente, somente para Android, o WhatsApp Business.

Aqui está tudo o que você precisa saber sobre o aplicativo.

WhatsApp Business transforma seu número em empresa

Após baixar o aplicativo e realizar as configurações, seu número é vinculado ao nome da sua empresa, sendo impossível modificá-lo futuramente. Por isso, é bom ter cuidado na hora de definir as configurações iniciais.

A modificação é feita sem perder as conversas anteriores que já existiam no Whatsapp.

As conversas inciadas também recebem um aviso de que a comunicação pode ser comercial, alertando o usuário que a conta pertence a uma empresa.

WhatsApp Business também permite uma personalização completa do perfil da empresa, com endereço, site e outras informações, como pode ser visto na imagem abaixo:

 

Etiquetas

Outra funcionalidade importante e focada no público de vendas são as etiquetas personalizadas, permitindo categorizar informações importantes sobre o status de seus clientes.

Automação de respostas

Nem sempre estamos disponíveis quando o cliente inicia uma conversa, e deixar o cliente sem resposta pode influenciar negativamente no no andamento negócio.

O WhatsApp Business traz um simples, mas eficiente sistema de respostas automáticas. Oferecendo opções de Mensagem de Ausência, que permite definir o horário de funcionamento.

O aplicativo também oferece uma Saudação Automática para quando receber uma mensagem pela primeira vez ou após 14 dias de inatividade do cliente.

Quem vende também precisa repetir muitas respostas com frequência. Transmitir informações sobre produtos, planos de vendas e outros detalhes é parte da rotina do vendedor.

Pensando nisso o WhatsApp Business trouxe o que considero a melhor funcionalidade dessa fase inicial do produto. No aplicativo é possível automatizar respostas para serem utilizadas através de pequenos comandos, como por exemplo /obrigado, que entrega uma resposta rápida de agradecimento.

A funcionalidade sem dúvida pode reduzir em muito o tempo de resposta e aumentar a produtividade de vendas.

O Whatsapp vem se mostrando um excelente amigo do profissional de vendas, trazendo boas novidades e agregando ainda mais praticidade ao cotidiano de quem vende.

 

6 técnicas para alavancar novos clientes para o seu negócio

Nos últimos anos, devido ao momento econômico, o mercado brasileiro passou por um forte desaquecimento, fator que levou muitas empresas a enfrentar constantes oscilações na demanda e perda de clientes.

Esse cenário fez com que os empreendedores buscassem novas formas de adequar o negócio ao mercado, desenvolvendo novas técnicas de venda que auxiliassem no crescimento da empresa e na captação de novos clientes.

Você está em busca de dicas práticas para ganhar espaço no mercado e alavancar de vez o seu negócio? Então confira a seguir 6 técnicas para alavancar novos clientes para o seu negócio!

1. Conheça o mercado

O primeiro passo para que os empreendedores consigam conquistar novos clientes e aumentar as vendas é conhecer o mercado no qual a empresa está inserida. Somente assim é possível entender quem são os potenciais clientes e o que eles buscam.

Isso não é algo simples: é necessário que os empresários realizem pesquisas de mercado e busquem questionar os clientes atuais. Dessa forma, consegue-se entender melhor qual é o perfil dos compradores, podendo oferecer a eles produtos e serviços que sejam condizentes com o que desejam e necessitam.

2. Encontre os leads certos

Quando os empreendedores entendem o perfil dos clientes e sabem o que eles querem comprar, é possível encontrar os leads certos. Portanto, é fundamental criar conteúdos e estratégias que foquem exatamente no perfil de consumidor buscado pela empresa.

Ir atrás de pessoas que já possuem uma inclinação para adquirir um serviço que você oferece e qualificá-las corretamente, fornecendo o que for preciso em cada etapa da jornada para que elas se tornem clientes de fato, facilita a conclusão das venda e favorece o aumento dos lucros do negócio.

3. Atenda o cliente de forma diferenciada

Conhecendo o mercado no qual o negócio está inserido e entendendo o que os clientes buscam, é possível atendê-los de forma personalizada, buscando suprir todas as suas necessidades.

Lembre-se que o atendimento é um dos fatores mais importantes para encantar pessoas e aumentar as conversões. Hoje, o consumidor busca uma experiência de compra diferenciada, desde a fase de consideração até o pós-venda. Portanto, não deixe de pensar em estratégias eficazes para mostrar o diferencial do seu negócio.

4. Estude seus produtos

Os empreendedores precisam ter em mente que não basta somente entender o que as pessoas buscam e desejam: é fundamental conhecer todos os produtos e serviços oferecidos, bem como suas particularidades e funcionalidades.

Dessa forma, o negócio consegue demonstrar ao consumidor que entende do assunto e passar maior segurança aos potenciais clientes. Essa credibilidade ajuda a conquistá-los, induzindo os leads a fechar negócio com a empresa — afinal, eles vão querer comprar de quem entende do assunto.

5. Mantenha um bom estoque

Essa técnica de venda é muito importante, mas carece de cuidados especiais. Estoque elevado pode ser prejudicial para empresa, pois reduz o fluxo de caixa do negócio; por outro lado, manter a quantidade mínima estocada pode interferir em futuras vendas. Por isso, é preciso que os empreendedores entendam a demanda e estejam sempre preparados.

Manter todos os produtos disponíveis para os clientes é essencial para o sucesso do negócio, pois caso eles não encontrem na empresa, possivelmente buscarão na concorrência. Os empreendedores devem utilizar a pesquisa de mercado para determinar a quantidade certa de itens que devem ser estocados, garantindo que todos os clientes tenham sempre produtos disponíveis para compra.

6. Mantenha o relacionamento com os clientes

Como já citamos ali em cima, não poderíamos deixar de ressaltar uma das técnicas de vendas mais importantes: o pós-venda. Manter o relacionamento com os clientes é essencial no processo de fidelização.

É muito aconselhado que as empresas enviem e-mails para os clientes, procurem saber o que acharam dos serviços ou produtos e continuem nutrindo as pessoas com conteúdos, de forma que queiram comprar novamente.

Os empreendedores devem sempre proporcionar uma ótima experiência aos clientes, suprir suas expectativas, mantê-los sempre informados sobre as novidades e responder todos os questionamentos que possam surgir.

Agora que você já conhece 6 técnicas de vendas para alavancar de vez seu negócio, entenda o que é smarketing e conquiste de vez os clientes!

Smarketing: O que é? e qual é seu benefício?

A conversão de leads em clientes e o lucro de uma empresa estão diretamente relacionados com o trabalho desenvolvido pelas equipes de vendas e de marketing. Já imaginou, então, as vantagens de unir essas duas equipes? Essa técnica é conhecida como Smarketing!

Esse nome, um pouco diferente, vem da junção de duas palavras: sales, que significa “vendas” em inglês, e marketing. A estratégia de Smarketing é basicamente unir as habilidades e os esforços das duas equipes para gerar mais lucratividade por meio da conquista de novos clientes.

Ficou na dúvida sobre como funciona essa união? Pois é sobre isso que falaremos a seguir!

Por que investir em Smarketing

Se você parar para pensar, verá que os trabalhos realizados pelos dois setores são, de fato, bastante complementares e interdependentes. Enquanto o marketing tem como foco gerar demanda para os serviços e produtos que você oferece, o setor comercial busca concretizar essas vendas por meio do contato direto com os clientes.

Então, nada melhor do que fazer com que essas duas equipes trabalhem de maneira integrada, não é mesmo? Mas, se você ainda tem dúvidas sobre se essa união vale a pena, nós vamos tirá-las agora! Veja os benefícios do Smarketing:

Aumenta a taxa de conversão

Construindo uma harmonia entre as equipes, o sucesso das estratégias tomadas aumenta. Ou seja, o percentual de vendas concluídas entre todas as oportunidades cresce. Essa é a taxa de conversão.

Desse modo, aplicar e utilizar o Smarketing pode aumentar a taxa de conversão das estratégias tomadas por ambas as equipes de forma significativa.

Facilita o processo de venda

Além de aumentar a conversão, o alinhamento trazido pelo Smarketing é capaz de facilitar as vendas. Pensando na empresa, em geral, o objetivo das equipes é aumentar o faturamento. Então, criar ações que aumentem as vendas é uma iniciativa que representa benefícios para todos.

Nesse sentido, o Smarketing auxilia o setor de marketing a criar campanhas mais assertivas, que apresentam melhores resultados. Para o setor de vendas, se os leads chegam mais qualificados, a decisão de compra já está mais fundamentada, facilitando todo o processo.

Gera harmonia entre as duas equipes

Trabalhando em sinergia, as duas equipes manterão um diálogo constante, o que evita certos conflitos. Isso reflete na sua empresa e também na impressão do cliente, que sentirá uma equipe mais integrada.

Otimiza as estratégias

Com as duas equipes atuando juntas para atingir um mesmo objetivo, as chances de surgirem ideias inovadoras e estratégias otimizadas também aumenta. Tudo isso ocorre por causa da convergência entre as tarefas das áreas.

Reduz os custos

Outra vantagem em aplicar o Smarketing é que essa estratégia pode reduzir os custos com as campanhas geradas. Como as equipes trabalharão em conjunto, com metas e objetivos em comum e com uma boa e constante comunicação, as ações tomadas serão singulares.

Adicionalmente, todo o trabalho realizado terá como foco a obtenção de maior lucro e todas as atividades que não tenham esse propósito estarão descartadas. Dessa forma, pode-se otimizar o orçamento das campanhas.

Como funciona o Smarketing

É claro que você não pode, de cara, unir os dois setores da sua empresa e achar que já vai ter um resultado imediato. Essa integração tem que ser bem planejada, inclusive, com treinamento das duas equipes — até porque conflitos entre as duas não são tão raros assim.

Então, o primeiro passo é esclarecer bem as funções de cada um e também reforçar que todos trabalham por um mesmo objetivo: gerar lucro. Portanto, eles trabalharão com metas conjuntas.

Para que tudo funcione bem, veja algumas dicas:

Promova o diálogo entre as equipes

As duas equipes devem conversar frequentemente e ficar por dentro do trabalho uma da outra. Inclusive, a equipe de marketing pode nutrir o trabalho do time de vendas e vice-versa.

Por exemplo: a equipe de marketing organiza uma campanha ou promoção para chamar a atenção de novos clientes. O resultado será muito melhor se o setor de vendas for informado e estiver em sintonia com as ações. Imagine que frustração se ele não souber explicar sobre a campanha ou promoção?

Defina metas em comum

Uma boa forma de alinhar as equipes e fazê-las trabalhar juntas é criando metas compartilhadas.

Um bom exemplo de meta que pode ser compartilhada é a conversão de leads em clientes. Separadamente, é função do setor de marketing gerar as oportunidades, mostrando o problema para o consumidor, fazendo-o procurar por uma solução e criando um canal onde ele possa obter todas as informações necessárias até a tomada da decisão de compra.

Já o setor de vendas deve receber esses leads e convertê-los em clientes. Mas, se os dois setores trabalham de forma separada, as oportunidades podem não ser criadas e os leads podem chegar com pouca informação ou ainda sem a decisão de compra tomada. Consequentemente, a equipe de vendas terá seu desempenho comprometido.

O inverso também pode ocorrer. Assim, o setor de vendas pode não conseguir converter as oportunidades geradas pelo marketing por falta de conhecimento das necessidades dos leads.

Então, alinhando e criando metas em comum, será do interesse de todos que as conversões se façam da melhor forma possível, otimizando os resultados.

Defina SLAs

SLA — Service Level Agreement — é um acordo escrito, no qual cada parte se compromete a tomar determinadas ações. Funciona como um contrato, em que as equipes se responsabilizam por cada atividade em um plano de ação, inclusive com prazos definidos.

Dessa forma, todo o trabalho fica mais alinhado e as responsabilidades são compartilhadas.

Defina buyer personas

Definir as personas do seu negócio é um processo que gera maior assertividade às estratégias, melhorando os números de toda a empresa. Porém, essa atividade não deve ficar restrita à equipe de marketing.

Nesse sentido, o setor de vendas possui o contato direto com os leads. Ou seja, tem informações preciosas que podem e devem ser utilizadas para formatar as campanhas.

Portanto, mantenha o foco no usuário e una as equipes para definir as buyer personas e otimize as estratégias.

Realize encontros periódicos

Para que o diálogo entre as duas equipes flua da melhor maneira, o ideal é promover reuniões periódicas para trocas de experiências. Sobretudo, por meio desses encontros uma equipe pode ajudar a outra com sugestões, mostrando o que funciona e o que não tem dado muito certo.

Não tenha dúvidas: aproveitar o conhecimento dos dois times só trará benefícios para sua empresa. Encontros mensais podem ser um bom começo!

Reúna os dados

Dados dispersos só atrapalham as ações da empresa. Por outro lado, olhar para os dados de vendas e marketing de maneira conjunta permitirá que você mensure melhor os resultados e pense em novas estratégias para melhorá-los ainda mais.

É importante também que as duas equipes tenham acesso a essas informações conjuntas para melhor embasarem e discutirem suas atuações.

Otimize suas ações e melhore os números com o Smarketing

No nosso artigo, vimos que aplicar o Smarketing pode alavancar a lucratividade da empresa, pois com os dois setores trabalhando juntos, o foco será aumentar as vendas.

Tendo isso em mente, siga todas as dicas que selecionamos e aplique no seu negócio.

Ficou alguma dúvida em como aplicar o Smarketing? Já teve uma experiência com essa estratégia? Então conte-nos, deixando aqui seu comentário para participar dessa discussão!

Como reforçar a segurança do meu site em WordPress

As tentativas de invasões são inúmeras e diversas, a cada segundo são milhares de tentativas de contaminar um site da internet.

Você sabe o que esta acontecendo no seu site neste exato momento? Como se prevenir que um ataque seja feito no seu site?

Muitos pensam que os hackers estão interessados apenas em sites de grandes corporações ou de comercio eletrônico. Não é mais assim, eles podem estas usando o seu site como uma ponte para acesso a maquina do seu cliente. Por este motivo instalamos diversas ferramentas de segurança para os sites dos nossos clientes e acompanhamos de perto tudo que esta acontecendo.

Se você mesmo que presta a manutenção do site da sua empresa, segue uma relação de antivírus/firewall para WordPress.

Muitas delas são gratuitas, mas para ter uma proteção total o ideal são as versões Premium (pagas).

Conhecendo os plugins de segurança para WordPress

[sociallocker]

Wordfence Security: mostra se algum arquivo do blog foi alterado, além de enviar um e-mail quando algum plugin está com atualização pendente, ou há alguma tentativa de acesso a seu blog por pessoas não autorizadas.
O plug-in varre o conteúdo do WordPress, além dos temas e demais plugins, em busca de alguma adulteração ou bug, ajudando a manter o WordPress livre de ameaças.

 

SucuriSucuri é uma Plataforma de Segurança de Sites que ajuda os webmasters a monitorar seus sites, na sua versão free deixa a desejar, mas a versão paga é ótima e confiável.

Security S.A.F.:  Protege seu site de infecção e já curar arquivos infectados no caso se ele já aconteceu. Este módulo detectar mudanças em arquivos no servidor de digitalizar todas as seções de seu site começando a partir de arquivos principais wordpress. Também uma otima opção para deixar o seu site sozinho.

 

Por que deixar o seu site seguro é importante? Além de não manchar a imagem da sua empresa ele ganha relevância nas buscas, veja nosso artigo sobre este assunto.
[/sociallocker]

Encarando o fim das páginas do feed principal agora usuários veem apenas publicações pagas

Facebook testa mudança que tira todas as páginas do feed principal

Desde o último sábado, 21, quem usa o Facebook começou a não ver mais posts feitos por páginas no feed de notícias principal, que ficou restrito a publicações de amigos.

Para encontrar os posts feitos por páginas, sera preciso acessar o Feed de Exploração, funcionalidade que foi criada pela rede social para ajudar os usuários a descobrirem outros tipos de conteúdo no Facebook, indo além do que aparece na linha do tempo principal.

[sociallocker]

A novidade foi descoberta por um jornalista eslovaco, Filip Struhárik, que reportou que algumas páginas estavam “vendo quedas dramáticas em alcance orgânico” – alcance orgânico, no jargão do Facebook, é o número total de usuários que uma publicação consegue alcançar sem precisar pagar para chegar a mais pessoas.

Uma série de veículos especializados internacionais repercutiram o assunto ontem, o que forçou o Facebook a se pronunciar. “Sempre escutamos nossa comunidade sobre como podemos melhorar a News Feed”, escreveu o diretor responsável pela área, Adam Mosseri.

“As pessoas nos dizem que querem uma forma mais fácil de ver posts de amigos e família. Estamos testando ter um espaço dedicado para que as pessoas possam manter contato com seus amigos e familiares, e outro espaço separado, chamado Exploração, com posts de páginas.”

Embora tenha assegurado que não há planos para expandir os testes globalmente por enquanto, Mosseri deixou claro que a empresa estuda ativamente maneiras de encontrar uma solução para o problema apontado pelos usuários.

“O objetivo desse teste é entender se as pessoas preferem ter espaços separados para conteúdo pessoal e público”, explicou. “Vamos ouvir o que as pessoas dizem sobre a experiência para entender se é uma ideia que vale a pena seguir adiante.”

Facebook testa mudança que tira todas as páginas do feed principal

Nossa Opinião!

O alcance orgânico morreu, todos sabemos que isso um dia ia acontecer. Mas não reclame com o Mark, ele só quer fazer dinheiro, como todos nós. Não vamos chorar sobre isso, vamos falar sobre como você está montando a sua estratégia de mídia? Usando o Facebook como exemplo, há milhares de combinações de direcionamento de anúncios. Você está fazendo isso certo? Tá usando inteligência para montar um planejamento eficaz? Aliás, você está planejando isso direito? Aliás, mais um passo pra trás: você sabe diferenciar e planejar seus esforços de mídia paga, própria e adquirida?

6 dicas para encarar o fim do alcance orgânico

1. A era “free social” está oficialmente encerrada

As marcas já tinham uma ideia de que seus orçamentos deveriam incluir gastos em ações orgânicas e também em mídia paga, ao mesmo tempo em constataram que com isso conseguiriam fortes resultados. Mesmo que a taxa de sucesso diminua, disse David Moritz, CEO da Viceroy Creative, a maioria das grandes empresas vai querer ter uma presença efetiva no Facebook, a fim de permanecer relevante para os consumidores. “O custo vai ser maior”, disse Moritz. “O passeio livre acabou, mas todos que participaram parecem ter se beneficiado de alguma forma”.

Ben Hordell, sócio da DXagency, acrescentou que “a mídia social tornou-se muito menos livre com a necessidade de gerar receitas nas plataformas. As empresas vão dizer que esses algoritmos surgem para solucionar um problema de volume das publicações, o que também é verdade, mas o dinheiro está, certamente, fazendo a sua parte como sempre faz”.

Mais carinho com o seu site, faça um mix do site com as redes sociais, use conteúdo das redes no site e vice e verça.

2. O melhore conteúdo vence

Todos concordam que a diminuição do alcance orgânico irá forçar as marcas a pensar de forma mais inovadora, a exemplo do que Red Bull e Gatorade já têm feito. E se o foco é Instagram, a Tommy John parece estar à frente do jogo em termos de conteúdo (na última semana eles postaram uma foto de um influenciador do mundo fashion – Cuffington – com uma hashtag poderosa – #MarchMadness – e em segundos acumularam mais de 100 likes).

Mesmo que não houvesse nenhuma verba por trás do post (Cuffington não foi pago para fazer a foto), Monica Fineis, diretora de social da Tommy John, disse que a combinação de influenciadores com anúncios no Twitter e no Instagram poderiam ser importantes para estratégia de marketing em tempos de mudança de algoritmo.

Tania Yuki, CEO do player de marketing de mídia social Shareablee, é de opinião similar. “Se um anunciante ainda está lutando para criar uma estratégia social que impacte os usuários, essas mudanças algorítmicas irão desafiá-lo a pensar ainda mais sobre o seu potencial criativo“, disse ela.

Adam Padilla, CEO da Brandfire, acrescentou que o bom conteúdo cria “reações e rupturas, porque é autêntico e comunica claramente. E é isso o que uma verdadeira marca é”.

3. Anúncios melhores graças ao algoritmo

Se houver menos conteúdo de marketing orgânico na timeline, isso pode ajudar os anunciantes a exercer mais impacto nos consumidores, avalia Padilla. “A vantagem destes algoritmos para os comerciantes, pelo menos no curto prazo, é que eles vão ter um consumidor-alvo ainda mais específico, fazendo com que cada dólar gasto renda mais resultados”, disse ele.

Yuki acrescentou: “Se você é um anunciante que tem obtido sucesso com sua estratégia social, agora mais usuários serão capazes de descobrir o seu conteúdo”.

4. Muitos vão perder

Marketing de conteúdo é difícil, por isso muitos comerciantes podem esperar mais do que nunca escutar histórias de marcas que ficaram para trás. “Não se iluda“, disse Hordell, da DXagency. “Mesmo se você tiver um conteúdo inacreditável, você pode acabar naquela situação de que uma-árvore-cai-na-floresta-e-ninguém-está-lá-para-vê-la”.

5. O e-mail pode se tornar mais lucrativo

Hordell também opinou no sentido de que as alterações do algoritmo têm tornado o e-mail marketing ainda mais atraente nos últimos anos. “Com o e-mail marketing, os comerciantes têm maior controle da entrega da mensagem quando comparado com as mídias sociais”.

E hey, ele pode estar certo. Basta considerar o relatório da Epsilon que mostrou que a geração Y está usando cada vez mais o e-mail, na verdade mais do que qualquer outra geração.

6. Se você for pego de surpresa, que vergonha

Muitos dos profissionais ouvidos pelo Adweek disseram que já haviam previsto as mudanças no algoritmo há um bom tempo. “Nós estamos nos preparando para isso e não sendo surpreendidos”, disse Fineis de Tommy John. “Significa (o novo algoritmo) apenas que você tem que trabalhar duro para gerar engajamento, essa é a forma como abordamos cada pedaço de conteúdo.”

*  Trechos Traduzidos e adaptados de 6 Reactions by Marketers to the End of ‘Free Social’ as the Algorithm Era Unfolds.

[/sociallocker]

BANCO DE MÚSICAS GRATUITAS PARA BAIXAR QUE PODEM SER USADAS EM VIDEOS

Você está em busca de músicas gratuitas para usar como trilha sonora dos seus vídeos? Aqui nesse texto, nós vamos listar os melhores sites para você baixar músicas legalmente e acessar arquivos de áudio com direito autoral livre. Ter um banco de músicas gratuitas sempre por perto é essencial para não ser notificado e não ter complicações de propriedade intelectual.

A trilha sonora é um ponto muito sensível quando falamos em relação aos vídeos no Facebook. É comum algumas páginas enviarem vídeos com músicas que possuem direitos autorais e, por conta disso, terem seus conteúdos removidos. No pior cenário, as páginas acabam ficando bloqueadas de enviar novos conteúdos ou até são removidas da rede social.

Você não pode colocar a fanpage da sua empresa a perder!

Por isso, nós preparamos uma lista de banco de músicas gratuitas para você usar em seus projetos. Geralmente, esses áudios com direitos autorais livres são músicas instrumentais. Nunca, jamais, pegue a música do seu artista favorito e use para ilustrar seus vídeos.

As redes sociais estão cada vez mais aprimorando seus algoritmos para detecção de violação de direitos autorais. Essa verificação automática é feita por meio de computadores que “escutam” trechos das músicas. Se ela for detectada no banco de verificação, automaticamente sua página pode cair na lista de fanpages bloqueadas.

Leia a licença de cada serviço

Abaixo você vai conferir os bancos de áudio, mas é muito importante que você leia com atenção cada uma das licenças de autorização de uso das músicas.

Cada site pratica uma metodologia, alguns solicitam que você cite o nome do site no final do seu vídeo, dando os créditos de licença. Outros não pedem nada a respeito. Por isso, leia todos com bastante atenção, combinado?

BANCO DE MÚSICAS GRATUITAS PARA BAIXAR E USAR EM PROJETOS

Libere espaço no HD e divirta-se escolhendo as músicas para seus projetos!

1. BENSOUND

banco de músicas gratuitas para usar em vídeos

Provavelmente, o banco de músicas gratuitas mais usado pelos editores de vídeo. Esse site oferece dezenas de músicas para você baixar e incluir em seus projetos.

A interface do site é uma das mais limpas e fáceis de usar que você vai encontrar aqui nessa lista. Tudo é dividido em categorias de temas de músicas ou você pode fazer pesquisas em uma barra de busca. Basta clicar no ícone de play para ouvir o áudio antes de baixar.

Fique atento à licença de uso do BenSound. Clique aqui para ler.

2. INCOMPETECH

banco de músicas gratuitas para usar em vídeos

Podemos dizer que Kevin MacLeod é o rei das músicas com direitos autorais livres. Isso porque eu tenho certeza que você já deve ter escutado alguma música dele em um vídeo no Facebook ou no YouTube.

Ele criou esse site com uma lista imensa de conteúdos disponibilizados para download. Você consegue navegar por categorias, usando filtros de pesquisa ou fazendo uma procura usando termos ou digitando o nome de instrumentos musicais específicos.

Ao localizar a listagem de trilhas sonoras, clique em cima do nome da música. Você pode ouvir uma prévia ou clicar no botão de download para baixar o arquivo e usar em seus projetos.

Leia com atenção as políticas de uso e licenças disponíveis no site, ok?

3. DAN-O SONGS

banco de músicas gratuitas para usar em vídeos

O Dan-O é um compositor que oferece as músicas que ele cria para que demais pessoas na internet possam usar. As melodias são com uma pegada mais instrumental, perfeitas para servirem de trilha sonora de vídeos.

Ao acessar o site, você encontra uma lista com todas as faixas disponíveis. Basta clicar em cima de uma delas para escutar o áudio ou baixar o arquivo clicando em MP3.

Fique atento à licença de uso do Dan-O Songs. Clique aqui para ler.

4. BIBLIOTECA DE MÚSICA DO YOUTUBE

banco de músicas gratuitas para usar em vídeos

Quem tem um canal no YouTube consegue ter acesso à uma biblioteca de músicas grátis para usar em projetos. É só escutar a música, escolher aquela que mais combina com seu vídeo, baixar e usar na edição.

Muito cuidado aqui! O ideal é que você use os áudios listados aqui no banco de músicas gratuitas do YouTube para conteúdos que sejam publicados no YouTube, ok?

Não é porque as músicas são instrumentais que você pode reaproveitar esse material em outra rede social. Leia as políticas de uso de áudio do YouTube aqui. Lembre-se que todo cuidado é pouco em relação aos áudios em outras redes sociais.

5. DIG.CCMIXTER

banco de musicas gratuitas

Esse banco de músicas gratuitas é show! O dig.CCMixter é um site de descoberta de música utilizado em mais de 1 milhão de vídeos e jogos.

Os artistas criam as músicas e enviam para o site. Você faz a busca, pode escutar um preview do áudio e baixar aquele que desejar.

Fique atento à licença de uso. Cada faixa musical possui uma licença e maneira de ser creditada diferente, ok? Saiba mais sobre as licenças aqui.

6. FREE MUSIC ARCHIVE

banco de músicas gratuitas para usar em vídeos

Visual modesto, mas base de arquivos imensa! O Free Music Archive possui arquivos de áudio sob licença Creative Commons e outras licenças. Clique no ícone de play para ouvir a música e na seta direcionada para baixo para fazer o download.

Pesquise os conteúdos usando uma barra de busca ou selecionando uma das categorias que mais combinam com o estilo do seu vídeo.

Dedique um tempo lendo o termo de uso do site. Cada faixa possui uma licença de uso específica. Ao acessar a página com a música desejada, leia a licença atribuída a ela que fica disponível na lateral direita.

7. FREE SOUNDTRACK MUSIC

banco de músicas gratuitas para usar em vídeos

O Free Soundtrack Music é um repositório onde compositores e artistas podem enviar suas músicas. Assim como os demais sites, você consegue escutar uma prévia do arquivo de áudio antes mesmo do download.

Esse procedimento é essencial quando usamos um banco de músicas gratuito para efetivamente encontrar a faixa que mais se encaixa em nosso projeto.

Fique atento à licença de uso do Free Sountrack Music. Clique aqui para ler.

Agora, queremos saber de você! Já conhecia algum desses serviços de banco de músicas gratuitas? Se você conhecer outro site que possui licença livre para baixar músicas, compartilhe nos comentários.

Para se aprofundar sobre direitos autorais no Facebook, clique aqui e leia sobre o assunto.

E, vale reforçar o aviso: fique atento às licenças de uso de cada arquivo e de cada site. Em alguns casos, você deve colocar os créditos no final do seu vídeo. Procure maneiras bonitas de criar encerramentos para fazer esses créditos aos autores das músicas. Boa edição!

JotForm – Muito mais que um Formulário para todo tipo Site

Quem tem blog, quem cria um blog, precisa logo montar mecanismos de contato com o seu público e uma das forma mais simples e eficientes são os formulários de contato. Vou mostrar mais uma opção gratuita e muito completa para blogs de porte pequeno ou médio.

Trata-se do JotForm, que é bem completo e fácil de usar em qualquer plataforma.

 

[sociallocker]

Além de um formularia, ele traz sistemas de pesquisas, enquetes, sistema de respostas e muito mais.

São tantos os recursos que ainda não descobri todos, seja você um iniciante sem nenhuma habilidade com programação ou mesmo um bom programador que quer facilitar sua vida.

O melhor de tudo, ele tem um bom exemplar gratuito, para quem não quer ter trabalho e um ótimo formulário.

O serviço tem um ótimo sistema que permite, através do recurso de arrastar e soltar, criar formulários em questão de minutos e uma galeria de layouts e temas.

A grande vantagem do site em relação aos concorrentes é que o serviço gratuito não insere nenhum tipo de propaganda em seu site e ainda oferece os mesmos recursos dos planos pagos. A única diferença é que você terá recursos com capacidade inferior mas que podem dar conta de sites pequenos e médios.

Entre todos os sistemas parecidos já testados o JotForm é o que possui a maior variedade de opções para criação e qualidade de resultado, fato que é confirmado pela equipe do Facebook, que utilizou o sistema em um evento online com Barack Obama.

Os usuários podem escolher entre o plano gratuito, em que só é permitido criar uma conta, enviar 100 contatos por mês com 100 Mb de espaço, e o pago. As opções pagas custam entre US$ 9,95 e US$ 49,95 por mês e oferecem de 1.000 a 100.000 contatos enviados por mês, espaço de até 1 Tb e de 3 a 100 contas no mesmo perfil.

Integrações do Jform

Com o Jform você pode fazer integração facilmente com diversos tipos de sistema como: GOOGLE SPREADSHEETS, Pay Pal, MailChimp, Google Drive, SendGrid, são mais de 100 integrações.

Temas

Você tem a vantagem de temas já elaborados e responsivos.

Criar condições ou tomadas de decisões

Você pode levar o seu publico ou entrevistado para responder mais ou outras perguntas, ciar cálculos, ativar ou desativar campos conforme suas repostas.

Segue o link para você fazer o seu primeiro formulário:

https://www.jotform.com

Ficou com alguma dúvida sobre o JotForm? Deixe nos cometários que vamos pesquisar e responder o mais breve possivel.

[/sociallocker]

7 razões para criar um app para o seu evento ou viagem de incentivo

Hoje em dia grandes marcas e empresas já têm um app. E você já pensou em investir em um aplicativo para o seu evento ou viagem de incentivo?

Há alguns anos, aplicativos para smartphones era algo impensável para pequenos e médios eventos, mas com a Start-It Aplicativos essa realidade mudou drasticamente. Não importa se a seu evento é pequeno, médio ou grande, ou se o seu orçamento é baixo ou alto. Hoje em dia as possibilidades de criar um canal digital para se comunicar com o seu cliente e consumidor são infinitas. Além disso, o aplicativo trará mais, agilidade, lealdade e crescimento nas suas vendas.

Você sabia que no Brasil o usuário de smartphone tem em média 30 aplicativos instalados? 30 apps de milhões que existem. Este dado mostra que se você desenvolver um app do seu evento e o seu cliente instalar no celular, acredite, o seu negócio, a sua marca e o valor que você entrega são cruciais para ele.

Mas eu já tenho um hotsite, será que preciso de um app? Sim, sim e sim!

Neste post vamos mostrar como você pode criar um app e montar uma estratégia de marketing igual ao do Burger King, mas com um gasto 25 vezes menor! Abaixo citaremos 7 razões para você criar um app para o seu evento:

# 1 – Mobile é o canal mais utilizado

Olhe a sua volta. Quantas pessoas estão usando um smartphone? Pois é, o crescimento do mercado mobile no Brasil é de cerca de 60% ao ano. Além disso, o consumidor brasileiro fica, em média, 8 horas por dia conectado em seu smartphone e a maior parte é acessando aplicativos. Estes dados mostram que o mobile cresce constantemente e criar um app para o seu negócio é o melhor investimento que você fará daqui pra frente, até porque pesquisas recentes da Gartner preveem que o mercado de aplicativos chegue a US$77 bilhões agora em 2017. E a sua empresa não pode ficar de fora desse mercado, não é mesmo?

# 2 – Aproximar os clientes

Os aplicativos permitem que os clientes fiquem mais próximos das empresas, pois eles podem acessar às informações a qualquer hora, de qualquer lugar. Além disso, o cliente sempre tem razão e hoje em dia é muito comum ver a satisfação, ou não, dos usuários nas redes sociais, utilizando cada vez mais sites para reclamar ou elogiar. E a imagem do seu negócio na internet e nos meios digitais depende exclusivamente dos seus clientes, pois é através deles que a sua marca vai conseguir crescer e se aproximar ainda mais.

# 3 – Aumentar a fidelidade e lealdade

Já pensou que toda vez que o seu cliente destravar a tela inicial do celular a sua marca estará estampada na frente dele? Fidelizar um cliente é uma tarefa bem difícil que exige muito esforço e dedicação, pois cada vez mais as empresas estão disputando a atenção de seus consumidores para tentar deixá-los mais leais, uma vez que o seu produto precisa ter um diferencial para ele preferir o seu e não o do seu concorrente. Uma forma de fidelizar o seu cliente é oferecer para ele promoções, pois certamente o preço é um fator bem importante e conta na hora da decisão em escolher a sua marca ou a da outra empresa.

Além disso, a rapidez e simplicidade em ter as informações na palma da mão fazem você optar mais uma vez por criar um app. Não deixe de usar o recurso de notificações push, que irá chamar a atenção do usuário e trará ele de volta ao app.

# 4 – App o diferencial do seu evento

Para que a viralização ocorre de modo eficaz, é essencial destacar o diferencial do seu evento em suas campanhas de divulgação. Assim, os usuários serão conquistados mais facilmente. Caso um evento esteja ligado com o lançamento de uma nova tecnologia, por exemplo, não deixe de incluir essa informação em todos os materiais divulgados na internet. Desse modo, os internautas terão vontade de ir ao evento devido a esse diferencial;

# 5 – Melhorar a sua imagem como empresa

A imagem da sua empresa é o carro-chefe para o sucesso. Ela pode impactar diretamente nas suas vendas, no seu relacionamento com o seu cliente e com os seus colaboradores. O seu negócio estar inserido no meio digital, que hoje é o meio que todas as pessoas estão inseridas e têm acesso, é uma forma de melhorar a imagem da sua empresa, e se você criar um app para o seu evento, certamente o seu sucesso vai ser garantido, os seus clientes vão olhar a sua marca com outros olhos e ela estará inserida no meio mais promissor dos últimos tempos, que é o mobile.

# 6 – Ter um diferencial perante à concorrência

Tentar fidelizar um cliente e aproximar os seus consumidores está totalmente ligado aos seus concorrentes, pois, se você não tiver um diferencial, o seu cliente vai ser atraído por outra marca e assim você pode perdê-lo para sempre. O diferencial do seu produto e da sua marca é que fazem você se destacar e conseguir aquele cliente que o seu concorrente tanto deseja. E pode ter certeza que um diferencial muito importante hoje em dia é um aplicativo do seu negócio. O seu cliente vai se sentir muito mais próximo da sua marca e vai poder ter um relacionamento muito mais duradouro, além de te enxergar como uma empresa inovadora.

# 7 – Conhecer mais o perfil do seu cliente

Através de um app você pode conhecer ainda mais o seu cliente, entender os gostos dele, saber o que mais o atrai em relação à sua marca. Com outras ações de marketing interligadas diretamente ao aplicativo, você pode obter uma base de cliente muito maior e com um potencial de alcance enorme, conseguindo enxergar o que os consumidores esperam da sua marca e o que você pode proporcionar para eles através de uma experiência de usuário. Além de obter um crescimento constante para o seu negócio.

Outra funcionalidade interessante seria o Google Analytics, pois através dela você consegue saber o perfil do seu cliente, quais são os conteúdos mais acessados, as abas mais visitadas, entre outras coisas.

Então, não perca tempo! Crie agora mesmo um app na Start-It Tecnologia para seu evento e entre para o mercado mobile o quanto antes! A visibilidade da sua marca vai ficar ainda maior e o seu custo para criar um app aqui é muito mais barato. Invista em marketing digital, faça a sua marca crescer ainda mais e por um valor justo!

Entre em contato: 11 2626-3906 São Paulo ou 21 3005-9238 Rio de Janeiro

Clique aqui e baixe uma versão para Android de demostração.

Clique aqui e baixe uma versão para iOS (Apple) de demostração.

Se preferir, CLIQUE AQUI   e navegue em nosso simulador de celular.

[huge_it_forms id=”1″]

E sua agência vai ficar para atrás?

Hoje temos cerca de três milhões de aplicativos nos sistemas Android e iOS. São, em média, mais de 100 mil downloads de apps por dia, dos mais variados tipos, como jogos, trocas de mensagens, realização de chamadas, banking, namoro, rastreamento fitness, aprendizado de um novo idioma etc. Enfim, são milhares de aplicativos com infinitas utilidades.

Por causa dessa imensa gama de opções, os apps se tornaram parte do nosso dia a dia. São tantas comodidades proporcionadas pelos aplicativos, uma delas é deixar a informação sempre a mão. Para uma empresa de eventos e viagens de incentivo, atualizar os participantes no exato momento que à agenda, voo, transfer e palestrante foi modificada é primordial.

Os hotsites já foram uma grande evolução, mas ele está ficando para traz o participante acaba não vendo o e-mail de atualização, por isso um aplicativo com mensagem PUSH e estatísticas, estão como a maior evolução entre o mercado de eventos e viagens de incentivo.

E que tal conciliar os dois, Hotsite e APP para o seu evento?

Você deve estar pensando, “mas isso acabaria com o meu budget”.

E seu te falar que podemos criar aplicativo + hotsite + PUSH (sistema de avisos) a preços surpreendentes?

Somos a empresa que mais trabalha com agencias de eventos e viagens de incentivo. E elaboramos uma plataforma, com os recursos mais solicitados pelos nossos clientes.
APP Start-It Tecnologia

 

Ou em nosso simulador clicando aqui.
Estes são apenas alguns recursos, não há limites para o que você pode oferecer aos seus clientes através de um APP personalizado.

Que tão então fazer uma transmissão ao vivo do seu evento direto no APP?