Desativar a Cortana do Windows 10 e deixar o PC mais rápido

A assistente virtual Cortana é um dos atrativos do Windows 10. Porém, a busca por comandos de voz ainda não é algo que a maioria das pessoas utiliza. Se esse é o seu caso, saiba que há como desativar a Cortana no Windows 10 e garantir um melhor desempenho à sua máquina.

Nesse artigo, vamos mostrar duas maneiras de fazer isso. A primeira, mais simples, é apenas desabilitá-la. A segunda, mais eficiente, é excluí-la até mesmo do registro. Isso fará com que o sistema operacional não utilize nenhum dos seus recursos, resultando até mesmo em um desempenho melhor para o seu PC.

OPÇÃO 1:

Ocultando a Cortana no Windows 10

Se o que você deseja é apenas ocultar a aparição da Cortana no Menu Iniciar, o passo a passo é bem simples.
Passo 01: Abra a caixa de pesquisas da Cortana e clique no ícone de um caderno.

Passo 02: Depois, clique com o botão direito do mouse sobre a barra de ferramentas e, na opção “Cortana”, selecione “Oculto”.


Somente com estes passos vc já deixa o seu PC mais rápido, mas caso queira ser mais radical e remover a execução da Cortana de uma vez por todas a segunda opção é a mais drástica e, para isso, vamos precisar fazer alterações no Registro do Windows. Se você não se sentir seguro de fazer edições como essa, recomendamos que deixe de lado essa alternativa. Afinal, erros nesse processo podem comprometer o funcionamento do sistema operacional.

  • Passo 01: No Menu Iniciar, digite “regedit” na caixa de pesquisas para abrir o Editor de Registro. Em seguida, navegue pelo seguinte caminho de pastas:

HKEY_LOCAL_MACHINE\SOFTWARE\Policies\Microsoft\Windows\Windows Search

  • Passo 02: Se a pasta Windows Search não existir, você pode criá-la clicando com o botão direito em Windows e selecionando a opção “Novo” e “Chave”.

  • Passo 03: Já na pasta Windows Search, clique com o botão direito do mouse e escolha “Novo” e, depois, selecione a opção “DWORD (32-bit)”.

  • Passo 04: Agora, crie um novo valor com o nome “AllowCortana” (sem aspas) e atribua a ele o valor “0”. Por padrão, esse item é marcado com valor “1” e, por isso, mantém a Cortana habilitada.

Basta reiniciar o computador e pronto. As alterações serão aplicadas somente após o reboot.

Removendo as buscas no Bing

Mesmo com a Cortana desativa, a busca na internet utilizando o Bing permanece ativa, pois essa é uma funcionalidade que, embora esteja integrada à Cortana, é considerada independente. Você também pode desabilitá-la.

  • Passo 01: No Menu Iniciar, digite “regedit” na caixa de pesquisas para abrir o Editor de Registro. Em seguida, navegue pelo seguinte caminho de pastas:

HKEY_LOCAL_MACHINE\SOFTWARE\Policies\Microsoft\Windows\Windows Search

  • Passo 02: Já na pasta Windows Search, clique com o botão direito do mouse e escolha “Novo” e, depois, selecione a opção “DWORD (32-bit)”.

  • Passo 03: Agora, crie um novo valor com o nome “BingSearchEnabled” (sem aspas) e atribua a ele o valor “0”. Por padrão, esse item é marcado com valor “1” e, por isso, mantém a busca no Bing habilitada.

Por fim, reinicie novamente o computador para aplicar as modificações.

Novamente, ressaltamos: embora esse passo a passo seja bastante simples, alterar informações no registro pode implicar no mau funcionamento do sistema operacional. Se você não se sentir confiante para fazer essas mudanças, deixe-as de lado e prefira que pessoas com mais experiência façam modificações no Editor de Registros do Windows 10.

Controle de usuário UAC confirmação não aparece

Windows 10 – UAC não aparece a confirmação ao tentar executar aplicações como administrador.

1. Na área de trabalho, pressione as teclas Windows + R e digite: shutdown.exe /r /o /t 0, clique em OK > Clique em Solução de Problemas > Opções Avançadas > Configurações de Inicialização > Reiniciar, quando forem apresentadas as opções de inicialização pressione a tecla número 4 ou de função F4, para habilitar o Modo de Segurança;

 

[sociallocker]

2. Em modo seguro (se a função funcionar normalmente), pressione as teclas Windows + Q e digite: CMD, clique sobre ele com o botão direito do mouse e selecione Executar como administrador, cole os comandos e pressione Enter (certifique-se de executar todos os comandos):

net user administrador /active:yes [Enter]

taskkill /im explorer.exe /f [Enter]

secedit /configure /cfg %windir%\inf\defltbase.inf /db defltbase.sdb /verbose [Enter]

REG ADD HKLM\SOFTWARE\Microsoft\Windows\CurrentVersion\Policies\System /V EnableLUA /T REG_DWORD /D 0 /F [Enter]

RD /S /Q “%WinDir%\System32\GroupPolicyUsers” [Enter]

RD /S /Q “%WinDir%\System32\GroupPolicy” [Enter]

gpupdate /force [Enter]

takeown /f  C:\ /r /d y [Enter]
icacls C:\ /grant administradores:F /inheritance:E /T [Enter]
icacls C:\ /grant administrators:F /inheritance:E /T [Enter]
icacls C:\  /grant everyone:F /inheritance:E /T [Enter]
icacls C:\ /grant todos:F /inheritance:E /T [Enter]

takeown /f c: /r [Enter]

SC stop cryptsvc [Enter]

esentutl /p “%systemroot%\System32\catroot2\{F750E6C3-38EE-11D1-85E5-00C04FC295EE}\catdb” [Enter]

SC start cryptsvc [Enter]

SFC /SCANNOW [Enter]

start explorer.exe [Enter]

3. Reinicie o sistema e teste.

Se a falha persistir inicie o sistema em modo seguro novamente e desative o controle de conta de usuário:

1. Na área de trabalho, pressione as teclas Windows + R e digite: control userpasswords e clique em OK;

2. Clique em Alterar configurações de Controle de Conta de Usuário > Deslize o botão para Nunca notificar e clique em OK;

3. Reinicie e teste.

Se esta informação foi útil, por favor, clique em Sim na pergunta Isso resolveu o problema? e marque como resposta, caso contrário, poste novamente.

Espero ter ajudado, até mais! 🙂

[/sociallocker]

Windows 10 April Update 2019 – Sistema adotará mudanças no visual e funções mais simples de usar

A Microsoft deve lançar em breve uma atualização do Windows 10 com mudanças no design e algumas novas funções. Rumores sugerem que o sistema chegará em abril com o nome de Windows 10 April Update 2019 e código 1903 trazendo um visual mais sofisticado e melhorias para recursos que já existem: deverá ficar mais fácil executar ações como pesquisar arquivos no PC. Confira, a seguir, oito novidades aguardadas para o software para computador.

1. Busca e Cortana

Uma das principais novas funções do Windows 10 envolve melhorias na ferramenta de busca. Tudo indica que a Microsoft irá fazer da Cortana a busca padrão, possivelmente acelerando o acesso a conteúdo que está armazenado localmente. Na versão testada atualmente por desenvolvedores, um clique no campo de buscas revela uma janela que organiza melhor documentos e outros arquivos do usuário. Em alguma medida, a novidade se parece com o Spotlight, do macOS.

2. Tema claro

Em termos de visual, uma das mudanças esperadas para o Windows 10 é um novo tema claro que altera os tons da interface do sistema. Ao ativar essa opção nas configurações, barras de menu, janelas e outros elementos receberão uma coloração mais suave e que lembra os primeiros vazamentos do Fluent Design. A tela de login também muda, aplicando um efeito de desfoque na foto de fundo. Aparentemente, a nova linguagem de design do software será implementada aos poucos.

3. Menu de configurações

O menu de configurações do Windows deverá ganhar contornos similares aos da conta de usuário no site da Microsoft. Na parte de cima, a janela exibirá nome e foto de perfil, além de atalhos para acessar o OneDrive, celular conectado e atualizações. As páginas internas também ganharão alterações. No menu de armazenamento, por exemplo, a expectativa é que fique mais fácil identificar o que mais consome espaço no HD com um olhar rápido.

4. Desinstalação de apps

A partir da próxima versão do Windows 10, a Microsoft irá permitir desinstalar uma quantidade maior de aplicativos que vêm pré-instalado para liberar espaços. Se antes usuários podiam remover apenas sete apps do pacote de fábrica, a atualização de abril expandirá o limite para outros 10 programas, incluindo Paint 3D, Mail, calculadora e Filmes e Programas de TV.

5. Instalação de fontes

[sociallocker]

Instalar fontes deverá ficar mais fácil no Windows 10 April Update 2019. A partir da próxima atualização, usuários poderão abrir o menu Fonte das configurações e apenas arrastar e soltar um arquivo compactado para executar a importação. Antes, o menu de instalação de fontes permitia obter novas tipografias apenas por meio da loja oficial.

6. Windows Sandbox

Usuários de PC terão uma forma de rodar aplicativos sem o risco de infectar a máquina com vírus. Chamado de Windows Sandbox, o recurso usa tecnologia de virtualização de hardware para abrir apps não confiáveis em um ambiente isolado, evitando que qualquer código malicioso atinja o núcleo do sistema. A função dispensa a criação de uma máquina virtual manualmente para fazer testes de apps com possibilidade de bugs.

7. Print de tela

O aplicativo de print de tela do Windows deverá ganhar mais ferramentas para melhorar capturas no PC. A ideia é que seja possível adicionar bordas às imagens, imprimir rapidamente diretamente do app e personalizar o nome do arquivo. Além disso, o programa poderá permitir salvar prints como jpg ou gif.

8. Design e usabilidade

A Microsoft deverá reservar várias melhorias pontuais para o sistema. Entre elas estão detalhes como novos ícones no menu de energia, uma barra deslizante para facilitar o controle de brilho, app Sticky Notes compatível com o tema escuro, suporte a imagem RAW e um menu de configuração inicial do Windows mais simples.

Dica Importante

Antes de fazer esta Atualização que podemos chamar de grande porte, faça um Backup do seu computador, crie um ponto de restauração, ainda não sabemos quais os problemas podem apresentar na variações de hardware

[/sociallocker]

Ataque com ransomware está sequestrando arquivos de empresas ao redor do mundo

O ransomware WannaCry está sendo utilizado em um ataque massivo a computadores de grandes companhias ao redor do mundo nesta sexta-feira (12). A Telefónica, maior empresa de telecomunicações da Espanha e dona da Vivo no Brasil, é uma das principais afetadas. Criminosos criptografaram os arquivos da operadora e estão pedindo um resgate em bitcoins, que pode passar do equivalente a 500 mil euros.

A praga se aproveita de uma vulnerabilidade no Windows que permite executar código remotamente por meio do SMB, protocolo de compartilhamento de arquivos. Quando uma máquina é afetada, o ransomware pode se espalhar rapidamente para todos os computadores vulneráveis da rede.

A falha estava presente em todos os Windows desde o Vista, incluindo as versões para servidores. A Microsoft liberou uma correção no dia 14 de março, mas, pelo visto, poucas máquinas foram atualizadas: fontes da Telefónica afirmam ao jornal El Mundoque cerca de 85% dos computadores da operadora foram infectados com o ransomware.

No mundo

O número de empresas que estão sendo atacadas pelo WannaCry é desconhecido, mas significativo. A Avast afirmou à Forbes que detectou mais de 36 mil ataques no dia de hoje. A Kaspersky diz que o WannaCry já foi visto em 45 mil computadores de 74 países. A BBC informa que houve ataques no Reino Unido, Estados Unidos, China, Rússia, Espanha, Itália, Vietnã, Taiwan e outros países.

A Reuters afirma ainda que a companhia de energia espanhola Iberdrola e a Gas Natural foram atacadas pelo ransomware. A Vodafone da Espanha também teria pedido aos funcionários que desligassem seus computadores ou desconectassem suas máquinas da rede caso tivessem seus arquivos comprometidos, como forma de evitar o espalhamento do malware.

Ainda na manhã de hoje, os hospitais do Serviço Nacional de Saúde (NHS) do Reino Unido enfrentaram “sérios problemas de TI”, o que derrubou os sistemas e o atendimento telefônico do órgão público de saúde britânico. Momentos depois, o NHS disse em comunicado oficial acreditar que foi infectado pelo WannaCry.

Telões vermelhos na Telefónica revelam que os criminosos exigem o pagamento do resgate até o próximo sábado (15), sob pena de aumento do valor. Caso a empresa ainda assim não pague o montante, os arquivos serão deletados no dia 19 de maio.

Eles pedem US$ 300 por computador afetado, em forma de bitcoins, o que resultaria em um montante de 509.487 euros (R$ 1,72 milhão) no caso da Telefónica. Oficialmente, a empresa diz que detectou um “incidente de cibersegurança” e que está trabalhando para resolver o problema.

No Brasil

Fontes contam ao Tecnoblog que uma empresa de call center teve suas máquinas atacadas, prejudicando o atendimento aos clientes. Além disso, uma multinacional de consultoria pediu aos funcionários de todo o mundo que desligassem seus computadores até segunda ordem, o que interrompeu a operação da companhia, inclusive no Brasil.

De acordo com a BandNews FM, os funcionários da Vivo estão sem trabalhar desde às 9 horas da manhã. Um funcionário da operadora confirmou a paralisação ao Tecnoblog.

O Tribunal de Justiça de São Paulo (TJ-SP) enviou e-mail aos funcionários solicitando que todos os computadores fossem desligados imediatamente.

Veja a mensagem:

“URGENTE: CTIC ORIENTA DESLIGAMENTO IMEDIATO DOS COMPUTADORES DO MPSP DEVIDO AO ATAQUE MUNDIAL AOS SISTEMAS

O CTIC Central do Processo Digital avisa que diante do ataque mundial aos sistemas informatizados que está ocorrendo neste momento, solicitamos a todos os usuários do MPSP que desliguem todos os computadores imediatamente.

O incidente afetou a rede do TJSP e se espalhou pela rede Intragov do governo do estado. O MPSP está avaliando se houve comprometimento a segurança de sua rede.

Novas orientações serão enviadas oportunamente. Mais informações podem ser obtidas nos telefones (11) 3119″

telefonica-espanha-ransomware

A Petrobras também pediu aos funcionários, verbalmente, que desligassem seus PCs, relata um leitor.

Modelo. Os ataques na Europa foram do tipo ransomware. Neste tipo, o equipamento é feito como “refém”. Assim, ele é inutilizado até que um resgate seja pago pela empresa responsável. No caso do ataque desta sexta-feira, os criminosos virtuais exigem pagamento em bitcoin e que aumenta de valor a cada hora.

História em desenvolvimento. Este post será atualizado.

Fonte: UOL, Folha, Tecnoblog, Globo

Suporte principal do Windows 7 chega ao fim

Como já aconteceu com o Windows XP, Vista e outros o Windows 7 também esta dando entrada na sua aposentadoria.
windows7

O Windows 7 vem aguentando firme em todos esses anos, mantendo-se o sistema operacional mais utilizado da Microsoft. Mas, lentamente, vemos mais e mais sinais de que está chegando a hora de “aposentar” o sistema – o fim das vendas da plataforma para outras empresas e o fato de que o Windows 7 não terá suporte ao DirectX 12, por exemplo, são boas provas.
Então, chegou o dia que nós sabíamos que estava para chegar, e que tanto temíamos: a partir de hoje, encerra-se o suporte principal do Windows 7 pela Microsoft. Antes que você entre em pânico, porém, lembramos que esse é apenas o fim do suporte base, que inclui mudanças maiores no sistema e em seu visual.

Ativo até 2020

Com isso, temos o início do suporte estendido da Microsoft. Esse é o período em que a empresa passa apenas a trazer correções de falhas e atualizações na segurança do sistema, e que tem duração de cinco anos. Ou seja; você não precisa correr atrás de conseguir uma cópia do Windows 8, pois ainda tem até 14 de janeiro de 2020 para aproveitar o Windows 7.
Além disso, considerando que o Windows 10 está cada vez mais perto de dar as caras, pode ser uma boa ideia esperar mais um pouco antes de trocar o sistema operacional do seu PC…

Fim do suporte

Fim do suporte se refere à data em que a Microsoft deixa de fornecer correções automáticas, atualizações ou assistência técnica online. Esse é o momento de verificar se está instalada a atualização ou o service pack mais recente disponível. Sem o suporte da Microsoft, você não receberá mais as atualizações de segurança que ajudam a proteger o seu computador contra vírus, spyware e outros softwares mal-intencionados que podem roubar suas informações pessoais. Para saber mais, acesse Ciclo de vida do suporte da Microsoft.

Sistemas operacionais de cliente Atualização ou service pack mais recente Fim do suporte base Fim do suporte estendido

Windows XP

14 de abril de 2009

Windows Vista

10 de abril de 2012

11 de abril de 2017

Windows 7 *

13 de janeiro de 2015

14 de janeiro de 2020

Windows 8

9 de janeiro de 2018

10 de janeiro de 2023

Windows 10, lançado em julho de 2015 **

N/A

13 de outubro de 2020

14 de outubro de 2025

* O suporte do Windows 7 RTM sem service packs foi encerrado em 9 de abril de 2013. Para continuar a receber suporte e atualizações, certifique-se de instalar o Windows 7 Service Pack 1.

** As atualizações são cumulativas; cada atualização tem como base todas as atualizações anteriores. Um dispositivo precisa instalar a atualização mais recente para continuar com suporte. As atualizações podem incluir novos recursos, correções (de segurança e/ou não de segurança) ou uma combinação de ambos. Nem todos os recursos em uma atualização funcionam em todos os dispositivos. Um dispositivo poderá não ser capaz de receber atualizações se o respectivo hardware for incompatível, não incluir os drivers atuais ou estiver fora do período de suporte do fabricante de equipamento original (“OEM”). A disponibilidade das atualizações varia de acordo com aspectos como país, região, conectividade de rede, operadora móvel (por exemplo, para dispositivos compatíveis com rede celular) ou recursos de hardware (incluindo, por exemplo, espaço livre em disco).

Fonte: Microsoft

Erro – Administrador interno no Microsoft Edge

Muitos clientes vem reclamando que após a atualização para o Windows 10 não funciona o Microsoft Edger.

O relato é o seguinte:

“No windows 8.1 utilizava minha conta de administrador interno sem problemas para abrir qualquer outro software.Após a atualização para windows 10, ao tentar acessar o Edge aparece mensagem dizendo que o Microsoft Edge não pode ser acessar com uma conta de administrador interno.
Há resolução para isso sem ter que criar outro usuário? Todos meus arquivos e configurações estão no administrador interno!”

[sociallocker]

Após um pesquisa encontramos a seguinte solução enviada pelo Thiago Tavares:

Siga as instruções abaixo.

1. Pressione as teclas Windows + R, para iniciar o executar;

2. Dentro dela você irá colocar o seguinte comando secpol.msc. Depois aperte enter;

3. Ao iniciar uma página Chamada: Política de Segurança Local;

4. Clique na pasta politicas local;

5. Depois clique em Opções de segurança e procure por: Controle de Conta de Usuário: Modo de Aprovação de Administrador para conta de administrador interno, clique sobre o mesmo;

6. Na janela que iniciar em Habilitado clique dê OK e reinicie o computador.

Após ter reiniciado o computador, acesse o aplicativo com falha e teste novamente.

Se a resposta ajudou de alguma forma, por favor, marque como resposta, caso a sua dúvida não tenha sido solucionada, por favor, poste novamente.

Fizemos os testes e a solução funcionou.

[/sociallocker]

Microsoft oferece curso gratuito de capacitação em TI

A Microsoft está com inscrições abertas para curso gratuito no programa de capacitação Student to Business (S2B). Feito pela empresa em parceria com algumas das principais instituições de ensino do país, ele oferece treinamento para alunos do ensino médio, superior e de pós-graduação.
microsoft

Com o objetivo de conectar novos profissionais que buscam oportunidades com empresas que querem mão de obra qualificada o curso abrange as seguintes áreas: desenvolvimento de sistemas, banco de dados e de infraestrutura de TI.

Para participar do curso a pessoa precisa estar matriculada e ter conhecimentos básicos de tecnologia. Quando ingressam nele, os participantes devem fazer uma prova de conhecimentos antes de ter início aos treinamentos, que leva, em consideração os resultados dos testes e são indicados por especialistas da Microsoft.

No programa, os participantes não aprendem apenas a usar tecnologias de ponta, mas também recebem dinâmicas que os preparam para o mercado de trabalho. Os seus currículos são mandados para empresas com as quais a Microsoft tem parceria.

São mais de 60 lugares em que o curso, que tem carga horária de 80 horas/aula, é oferecido, mas se você não puder participar presencialmente, a Microsoft também oferece uma opção online: a Microsoft Virtual Academy (MVA). As inscrições podem ser feitas até dia 16 de outubro no site.

Fonte: http://olhardigital.uol.com.br

img_trilhas

Programa S2B

O programa S2B (Students to Business) é uma iniciativa da Microsoft e das principais universidades do país, que tem como principal objetivo capacitar estudantes nas áreas de TI e oferecer oportunidades de emprego.
Os estudantes inscritos no programa poderão receber treinamentos nas seguintes áreas de TI: Desenvolvimento de Sistemas e de Infraestrutura de TI* e algumas localidades terão a oportunidade de oferecer outros temas, de acordo com a demanda local.
Os treinamentos são presenciais, mas caso o aluno não possa comparecer presencialmente, também oferecemos uma opção online através da nossa plataforma de capacitação online, o MVA.
O programa já capacitou, até o momento, mais de 100 mil estudantes em todo o Brasil, dos quais mais de 10.000 profissionais foram incorporados imediatamente no mercado de trabalho!

Você também pode ser um deles!!!

*Algumas localidades podem oferecer somente uma trilha, ficando a critério de cada instituição participante.

Parceiros

 

Faça sua inscrição agora em:

https://www.microsoft.com/brasil/programas2b/