Criminosos invadem sistemas e sequestram dados.

Eles entram nos computadores e bloqueiam o acesso aos dados.
Empresas e órgãos públicos são os principais alvos.

Um crime cibernético está se tornando cada vez mais comum. E os alvos são, principalmente empresas e órgãos públicos. É o chamado golpe do sequestro de dados.

Para a polícia, já é quase uma epidemia que se espalha pelo país. Criminosos conseguem entrar nos computadores e bloqueiam o acesso aos dados de empresas ou órgãos públicos. Só em setembro, já houve sequestro de dados de computadores em quatro estados: São Paulo, Minas Gerais, Paraná e Mato Grosso.

O golpe começa com um vírus enviado por email para várias empresas. Pode ser em forma de propaganda, um boleto falso de cobrança ou um pedido de atualização de cadastro. Aí, basta que o usuário dê um clique para que o vírus seja ativado e roube todas as informações do computador. E, só libera com uma senha, que o usuário recebe se pagar o resgate.

A Daniela guardava a história de 34 anos da loja num único computador. Informações de clientes e do estoque de quase 500 mil peças de roupas. Tudo roubado pelos criminosos.

O pedido de resgate veio por email, em inglês, com o número de uma conta internacional para o depósito. A Daniela não pagou, e está tendo um trabalhão para recuperar o que foi perdido.

“É um prejuízo: tempo, dinheiro. Prejuízo de tudo, que tudo estava organizado e, de repente, tudo fica de perna para o ar”, diz Daniela Carvalho, empresária.

Para evitar casos como o da Daniela, os especialistas têm uma lista de recomendações.

Fazer um backup:
1 – Cópias de segurança dos dados em outro equipamento ou num pen-drive. (Isso não garante que  o seu Backup também não fique bloqueado)
2 – Ter um bom Firewall.
3 – Manter sempre um antivírus atualizado. E não permitir tudo que é solicitado.
4 – Nunca instalar programas de origem duvidosa e não clicar em mensagens desconhecidas recebidas por email.

Na cidade mineira de Guaranésia, a prefeitura não tinha nada disso e teve de cancelar o show de aniversário da cidade na semana passada, porque os bandidos roubaram os dados dos contratos. A polícia está pedindo ajuda das autoridades de outros países.

“A gente começa a investigar e dá num servidor internacional, que para você quebrar, depende de acordos internacionais, aí demora muito para você ter um retorno e localizar onde está instalado esses hackers no Brasil”, diz Gerson Pereira, delegado.

Veja a reportagem no Jornal Nacional: http://g1.globo.com/jornal-nacional/noticia/2015/09/criminosos-invadem-sistemas-e-sequestram-dados-em-novo-golpe.html

 

O grande crescimento dos Serviços Gerenciado.

Você já pensou em deixar a área de TI de sua organização sob os cuidados de uma empresa especializada?

Em todo mundo é crescente a tendência de contratar uma empresa para lidar especificamente com a segurança da informação. Os benefícios são incontáveis, pois além de economizar com pessoal e espaço físico, as companhias contam com uma atenção muito maior ao setor.

Hoje o investimento em formação e qualificação de profissionais de TI são caros e nem sempre tem a garantia de mante-los na empresa. Mesmos migrando todos os serviços para nuvem, temos que cuidar da rede interna, logs de segurança, navegação na internet, etc.

A segurança, o bom funcionamento de uma rede internet e pessoas qualificadas para ajudar a tomar a melhor decisão são fundamentais para manter um empresa funcionando.

Segundo estimativas da consultoria Frost & Sulivan, o mercado de Managed Security Provider (MSP) movimentou cerca de US 224.2 milhões em 2011 e projetando um crescimento para 2012 em torno de US 263.5 milhões em toda a América Latina. Um dos maiores impulsionadores deste mercado foi o forte aumento dos ataques virtuais aliados às vantagens competitivas de terceirizar a gestão da segurança das empresas.

A Start-It Tecnologia e suas empresas coligadas tem profissionais certificados, Microsoft, Dell SonicWall, AVG AntiVirus, Google Apps, Citrix e Cisco.

Podendo assim dar total assistência onde for preciso, seja para migração, implantação ou apoio ao TI.

data-center-ecossistema

 

Comprar licenças do fabricante ou na revenda?

Frequentemente, nossos clientes nos perguntam: “Por que deveríamos comprar uma licença corporativa com a Start-It Tecnologia ao invés de diretamente na loja online do fabricante?” Essa é uma pergunta bem justa! E o que é pior, muitas vezes o valor do software no site do fabricante é mais barato do que conseguimos oferecer. Parece não fazer sentido comprar de um revenda, não é mesmo?

No entanto, existem, sim, vantagens muito importantes que um revendedor oferece a um cliente corporativo. Resolvemos aqui tirar todas as suas dúvidas de uma vez por todas!

Softwares Corporativos X Usuários Domésticos

 

O motivo mais óbvio é que, em muitos casos, softwares voltados para empresas só são oferecidos por meio de revendedores.

Por exemplo, no site da Adobe você pode adquirir licenças das soluções Creative Cloud voltadas para usuários finais ou profissionais autônomos, que inclui os populares softwares Photoshop, Illustrator, InDesign e Dreamweaver. Para empresas, existe o Creative Cloud for Teams (para Times), que inclui os mesmos produtos, mas num pacote ideal para equipes ou pequenas empresas. As licenças para o Creative Cloud para empresas só podem ser adquiridas via um revendedor.

Facilidade de Pagamento da Licenças

Quando a compra é feita por uma revenda, é possível pagar em boleto bancário e Nota Fiscal. Em muitos casos, também é possível parcelar a compra sem a necessidade de um cartão de crédito.

O segundo motivo é a facilidade de pagamento. Na maioria das lojas online de fabricantes, o único meio de pagamento aceito é o cartão de crédito internacional, o que traz algumas dores de cabeça para empresas:

  • Se a empresa não tiver um cartão de crédito corporativo, a licença ficará registrada no nome do funcionário ou sócio que adquiriu o software. Mesmo que haja um reembolso da empresa, a licença não é de sua propriedade, o que pode gerar problemas trabalhistas e operacionais.
  • Na maioria das lojas online, o pagamento é feito internacionalmente por meio de um recibo (invoice). Isso impede que o cliente receba uma Nota Fiscal e dê entrada na contabilidade.
  • Na compra online, por ser uma transação internacional, a empresa precisa declarar no Siscoserv para garantir que a operação seja regulamentada.

Sem dor de cabeça com impostos

O terceiro motivo são os impostos. Não é novidade para ninguém que o Brasil tem um dos sistemas tributários mais complexos do mundo. Ao adquirir licenças com um revendedor, sua empresa tem a tranquilidade de saber que está pagando todos os impostos e pode ficar de consciência tranquila com a Receita Federal.

O barato pode sair caro

Esses motivos podem não parecer tão atraentes quando você está pesquisando alternativas e buscando os melhores valores. Mas, como diz o ditado, o barato pode sair caro. Se você colocar na ponta do lápis o quanto pode economizar em tempo e esforço adquirindo uma licença corporativa com uma revenda, verá que qualquer preço adicional compensa.

A Start-It Tecnologia é uma revenda Official no Brasil de vários produtos voltada para o mercado corporativo.

Conheça nosso portfólio de produtos:

AVG AntiVirus
SOS Backup
Google Apps
Microsoft
Intelbras
Winco
DELL SonicWall