Desativar a Cortana do Windows 10 e deixar o PC mais rápido

A assistente virtual Cortana é um dos atrativos do Windows 10. Porém, a busca por comandos de voz ainda não é algo que a maioria das pessoas utiliza. Se esse é o seu caso, saiba que há como desativar a Cortana no Windows 10 e garantir um melhor desempenho à sua máquina.

Nesse artigo, vamos mostrar duas maneiras de fazer isso. A primeira, mais simples, é apenas desabilitá-la. A segunda, mais eficiente, é excluí-la até mesmo do registro. Isso fará com que o sistema operacional não utilize nenhum dos seus recursos, resultando até mesmo em um desempenho melhor para o seu PC.

OPÇÃO 1:

Ocultando a Cortana no Windows 10

Se o que você deseja é apenas ocultar a aparição da Cortana no Menu Iniciar, o passo a passo é bem simples.
Passo 01: Abra a caixa de pesquisas da Cortana e clique no ícone de um caderno.

Passo 02: Depois, clique com o botão direito do mouse sobre a barra de ferramentas e, na opção “Cortana”, selecione “Oculto”.


Somente com estes passos vc já deixa o seu PC mais rápido, mas caso queira ser mais radical e remover a execução da Cortana de uma vez por todas a segunda opção é a mais drástica e, para isso, vamos precisar fazer alterações no Registro do Windows. Se você não se sentir seguro de fazer edições como essa, recomendamos que deixe de lado essa alternativa. Afinal, erros nesse processo podem comprometer o funcionamento do sistema operacional.

  • Passo 01: No Menu Iniciar, digite “regedit” na caixa de pesquisas para abrir o Editor de Registro. Em seguida, navegue pelo seguinte caminho de pastas:

HKEY_LOCAL_MACHINE\SOFTWARE\Policies\Microsoft\Windows\Windows Search

  • Passo 02: Se a pasta Windows Search não existir, você pode criá-la clicando com o botão direito em Windows e selecionando a opção “Novo” e “Chave”.

  • Passo 03: Já na pasta Windows Search, clique com o botão direito do mouse e escolha “Novo” e, depois, selecione a opção “DWORD (32-bit)”.

  • Passo 04: Agora, crie um novo valor com o nome “AllowCortana” (sem aspas) e atribua a ele o valor “0”. Por padrão, esse item é marcado com valor “1” e, por isso, mantém a Cortana habilitada.

Basta reiniciar o computador e pronto. As alterações serão aplicadas somente após o reboot.

Removendo as buscas no Bing

Mesmo com a Cortana desativa, a busca na internet utilizando o Bing permanece ativa, pois essa é uma funcionalidade que, embora esteja integrada à Cortana, é considerada independente. Você também pode desabilitá-la.

  • Passo 01: No Menu Iniciar, digite “regedit” na caixa de pesquisas para abrir o Editor de Registro. Em seguida, navegue pelo seguinte caminho de pastas:

HKEY_LOCAL_MACHINE\SOFTWARE\Policies\Microsoft\Windows\Windows Search

  • Passo 02: Já na pasta Windows Search, clique com o botão direito do mouse e escolha “Novo” e, depois, selecione a opção “DWORD (32-bit)”.

  • Passo 03: Agora, crie um novo valor com o nome “BingSearchEnabled” (sem aspas) e atribua a ele o valor “0”. Por padrão, esse item é marcado com valor “1” e, por isso, mantém a busca no Bing habilitada.

Por fim, reinicie novamente o computador para aplicar as modificações.

Novamente, ressaltamos: embora esse passo a passo seja bastante simples, alterar informações no registro pode implicar no mau funcionamento do sistema operacional. Se você não se sentir confiante para fazer essas mudanças, deixe-as de lado e prefira que pessoas com mais experiência façam modificações no Editor de Registros do Windows 10.

Windows 10 April Update 2019 – Sistema adotará mudanças no visual e funções mais simples de usar

A Microsoft deve lançar em breve uma atualização do Windows 10 com mudanças no design e algumas novas funções. Rumores sugerem que o sistema chegará em abril com o nome de Windows 10 April Update 2019 e código 1903 trazendo um visual mais sofisticado e melhorias para recursos que já existem: deverá ficar mais fácil executar ações como pesquisar arquivos no PC. Confira, a seguir, oito novidades aguardadas para o software para computador.

1. Busca e Cortana

Uma das principais novas funções do Windows 10 envolve melhorias na ferramenta de busca. Tudo indica que a Microsoft irá fazer da Cortana a busca padrão, possivelmente acelerando o acesso a conteúdo que está armazenado localmente. Na versão testada atualmente por desenvolvedores, um clique no campo de buscas revela uma janela que organiza melhor documentos e outros arquivos do usuário. Em alguma medida, a novidade se parece com o Spotlight, do macOS.

2. Tema claro

Em termos de visual, uma das mudanças esperadas para o Windows 10 é um novo tema claro que altera os tons da interface do sistema. Ao ativar essa opção nas configurações, barras de menu, janelas e outros elementos receberão uma coloração mais suave e que lembra os primeiros vazamentos do Fluent Design. A tela de login também muda, aplicando um efeito de desfoque na foto de fundo. Aparentemente, a nova linguagem de design do software será implementada aos poucos.

3. Menu de configurações

O menu de configurações do Windows deverá ganhar contornos similares aos da conta de usuário no site da Microsoft. Na parte de cima, a janela exibirá nome e foto de perfil, além de atalhos para acessar o OneDrive, celular conectado e atualizações. As páginas internas também ganharão alterações. No menu de armazenamento, por exemplo, a expectativa é que fique mais fácil identificar o que mais consome espaço no HD com um olhar rápido.

4. Desinstalação de apps

A partir da próxima versão do Windows 10, a Microsoft irá permitir desinstalar uma quantidade maior de aplicativos que vêm pré-instalado para liberar espaços. Se antes usuários podiam remover apenas sete apps do pacote de fábrica, a atualização de abril expandirá o limite para outros 10 programas, incluindo Paint 3D, Mail, calculadora e Filmes e Programas de TV.

5. Instalação de fontes

[sociallocker]

Instalar fontes deverá ficar mais fácil no Windows 10 April Update 2019. A partir da próxima atualização, usuários poderão abrir o menu Fonte das configurações e apenas arrastar e soltar um arquivo compactado para executar a importação. Antes, o menu de instalação de fontes permitia obter novas tipografias apenas por meio da loja oficial.

6. Windows Sandbox

Usuários de PC terão uma forma de rodar aplicativos sem o risco de infectar a máquina com vírus. Chamado de Windows Sandbox, o recurso usa tecnologia de virtualização de hardware para abrir apps não confiáveis em um ambiente isolado, evitando que qualquer código malicioso atinja o núcleo do sistema. A função dispensa a criação de uma máquina virtual manualmente para fazer testes de apps com possibilidade de bugs.

7. Print de tela

O aplicativo de print de tela do Windows deverá ganhar mais ferramentas para melhorar capturas no PC. A ideia é que seja possível adicionar bordas às imagens, imprimir rapidamente diretamente do app e personalizar o nome do arquivo. Além disso, o programa poderá permitir salvar prints como jpg ou gif.

8. Design e usabilidade

A Microsoft deverá reservar várias melhorias pontuais para o sistema. Entre elas estão detalhes como novos ícones no menu de energia, uma barra deslizante para facilitar o controle de brilho, app Sticky Notes compatível com o tema escuro, suporte a imagem RAW e um menu de configuração inicial do Windows mais simples.

Dica Importante

Antes de fazer esta Atualização que podemos chamar de grande porte, faça um Backup do seu computador, crie um ponto de restauração, ainda não sabemos quais os problemas podem apresentar na variações de hardware

[/sociallocker]

Erro – Administrador interno no Microsoft Edge

Muitos clientes vem reclamando que após a atualização para o Windows 10 não funciona o Microsoft Edger.

O relato é o seguinte:

“No windows 8.1 utilizava minha conta de administrador interno sem problemas para abrir qualquer outro software.Após a atualização para windows 10, ao tentar acessar o Edge aparece mensagem dizendo que o Microsoft Edge não pode ser acessar com uma conta de administrador interno.
Há resolução para isso sem ter que criar outro usuário? Todos meus arquivos e configurações estão no administrador interno!”

[sociallocker]

Após um pesquisa encontramos a seguinte solução enviada pelo Thiago Tavares:

Siga as instruções abaixo.

1. Pressione as teclas Windows + R, para iniciar o executar;

2. Dentro dela você irá colocar o seguinte comando secpol.msc. Depois aperte enter;

3. Ao iniciar uma página Chamada: Política de Segurança Local;

4. Clique na pasta politicas local;

5. Depois clique em Opções de segurança e procure por: Controle de Conta de Usuário: Modo de Aprovação de Administrador para conta de administrador interno, clique sobre o mesmo;

6. Na janela que iniciar em Habilitado clique dê OK e reinicie o computador.

Após ter reiniciado o computador, acesse o aplicativo com falha e teste novamente.

Se a resposta ajudou de alguma forma, por favor, marque como resposta, caso a sua dúvida não tenha sido solucionada, por favor, poste novamente.

Fizemos os testes e a solução funcionou.

[/sociallocker]