Memes: amá-los ou odiá-los?

Memes: amá-los ou odiá-los?

Os memes são tão famosos que quase não é preciso explicar. Mas, resumidamente, tem uma enorme capacidade de replicar informação e viralizar na web por meio de vídeos, imagens ou gifs.

Só que diferente de qualquer outro vídeo, imagem ou gif que faz sucesso nas redes sociais, o meme reflete uma ideia ou um conceito, e geralmente com bom humor.

[sociallocker]

A vida útil dificilmente passa de duas semanas, e todos os dias centenas nascem e morrem. Mas, há os memes que se transformam, e dão origem a diversas variações por meio da interação com outras pessoas e contextos.

Um exemplo em 2016 foi o gatinho do Thug Life, que emprestou seus óculos de sol e música para dezenas de outros personagens, desde os mais comuns com cenas do cotidiano até debates políticos de candidatos.

Os memes são realmente a prova de que a tecnologia revolucionou as formas de comunicação, e as agências ficam ligadas nessa tendência para aproveitá-los em campanhas publicitárias e de marketing digital.

Como surgem os memes?

O start é geralmente em sites de fóruns e nas redes sociais, e qualquer pessoa com criatividade, habilidades básicas de comunicação e um pouco de tempo livre pode criá-los.

Exemplos de tecnologias e aplicativos para desenvolver as peças são: Pext, Best Meme Generator by Memeful, o Meme Generator Free, o Meme Generator by MemeCrunch e o Aviary Photo Editor.

Para uma boa comunicação, não há preocupação com estética das peças e a interação é uma ferramenta chave. Os temas mais recorrentes derivam de um acontecimento específico ou envolvem situações totalmente banais, que retratam o dia-a-dia de forma cômica e satírica.

Memes famosos

Para se inspirar, vamos ver quais os memes que fizeram história em 2016:

O garotinho do “você tem que amadurecer” bombou nas redes sociais no final do ano e gerou muitas adaptações com base no original.

O John Travolta confuso, em cena retirada do filme Pulp Fiction, também marcou presença no WhatsApp e nas redes sociais e deu origem a muitas mutações.

Apesar de um ano difícil para a política e a economia do Brasil, não faltou bom-humor para falar da operação lava jato.

Quem não lembra de memes com o japonês da federal, com o Anthony Garotinho e brincando com o apego de Eduardo Cunha ao Congresso?

Também dominaram os meios de comunicação os memes da Glória Maria fumando maconha na Jamaica para gravar o Globo Repórter. A participação da Glória Pires durante a cerimônia do Oscar e as imagens da Bela Gil sugerindo trocar uma coisa por outra.

Nosso país é definitivamente composto por pessoas criativas e bem humoradas, que parecem estar a postos para quaisquer deslizes.

Hoje, qualquer assunto, post ou momento pode virar um meme, então tome cuidado, todos podemos ser os próximos protagonistas! E você ama ou odeia esta nova modalidade de humor?

[/sociallocker]

Lilian

Deixe uma resposta